3 técnicas da PNL que podem ajudar o RH a alcançar mais resultados
BLOG
Recursos Humanos

3 técnicas da PNL que podem ajudar o RH a alcançar mais resultados

14 de janeiro de 2020

A Programação Neurolinguística, ou simplesmente PNL, é um sistema de conhecimentos que surgiu nos anos 1970, no estado da Califórnia (EUA). Mesmo sendo do século passado, mantém-se em constante desenvolvimento, revolucionando métodos de comunicação e evolução humana.

Suas aplicações se dão por meio de profissionais de terapia, vendas, treinamento, educação e gestão de pessoas.

As estratégias da Programação Neurolinguística são bastante precisas no que se refere às mudanças positivas de comportamento. Para a área de Recursos Humanos, essa é uma oportunidade capaz de melhorar o desempenho dos colaboradores.

Quer saber como? Conheça as técnicas da PNL que podem ser aplicadas em RH e que ajudam o líder desta área a melhorar sua atuação na organização, tornando-a mais estratégica!

1. Fogging

O Fogging, primeira das técnicas da PNL que abordaremos neste artigo, é voltada para a resolução de conflitos. Para que você compreenda seu funcionamento, começaremos explicando a origem do seu nome.

O termo fogging deriva do inglês fog, que significa névoa. Em Programação Neurolinguística, pode ser traduzido como embaçamento ou esfumaçamento.

A técnica do Fogging tem como objetivo tirar determinada situação do foco, embaçando-a, ao mesmo tempo que busca novas soluções.

Durante um momento potencialmente desagradável, esta técnica da PNL consegue abrir espaço para que todas as partes envolvidas evitem o escalonamento da situação.

Frases como “De que forma posso melhorar a situação?” e “O que pode ser mudado para resolvermos esse problema?” trazem novas perspectivas diante do surgimento da tensão ou de um conflito.

Quando um colaborador faz um comentário agressivo, ele espera uma resposta no mesmo tom. No entanto, o Fogging o surpreende por meio de um retorno inesperado.

Imagine que um colaborador ouviu do seu gestor a seguinte frase:

“Você se comportou de uma maneira irresponsável na reunião com o cliente. O que passou pela sua cabeça?”

A resposta poderia vir à altura, mas isso faria com que esse trabalhador entrasse em conflito. Para contornar a forma agressiva de abordagem, mas resolver o problema, a resposta pode ser a seguinte:

“Sim, eu posso ver o que você considera como irresponsável para não agir dessa maneira na próxima reunião.”

O começo da resposta com a palavra “sim” é proposital, pois pega o interlocutor de surpresa, desacelera-o e tem potencial para reduzir a tensão.

Note que o Fogging é uma técnica simples que fomenta uma comunicação calma e produtiva entre as pessoas, pois direciona-a para a construção do diálogo.

É dessa maneira que você, líder de RH, mantém o seu ponto de vista e a sua integridade, ao mesmo tempo que contorna a situação e parte para a solução. Essa técnica pode ser utilizada por todos!

Enquanto você e os demais profissionais de RH, conseguem evitar que desentendimentos aconteçam, os colaboradores aprendem com esta técnica da PNL a impedir que as situações desagradáveis ganhem força.

2. Swish

Outra das técnicas da PNL, capaz de ajudar o RH a alcançar mais resultados positivos, é o Swish, cujo objetivo é reprogramar os gatilhos mentais por meio do pensamento redirecionado.

A técnica Swish associa uma imagem ou sensação boa a cada estímulo negativo que é recebido. Desse modo, torna-se possível substituir o mal-estar por algo que poderia trazer um sentimento prejudicial.

O Swish contribui para dissolver rapidamente os sentimentos e pensamentos indesejados, além de lidar com reações inúteis.

Cada vez que a técnica Swish é utilizada, você se treina para redirecionar o pensamento dos assuntos prejudiciais para aqueles com mais valor. Desenvolve a capacidade de controlar as emoções e se manter pleno.

O segredo do Swish está em encontrar algo que demarca a transição da sensação desagradável para a positiva. Pode ser um assobio, literal ou mental, ou uma imagem.

Primeiramente, você deve selecionar o sentimento que deseja substituir. Na sequência, pergunte-se como gostaria de estar. Ouça-se falando ou pensando na mudança, permitindo-se experimentá-la.

Esse exercício de dissociação é muito importante para que você não se apegue ao momento ou sentimento negativo.

Tente ainda encontrar o gatilho para o humor indesejado. Observe ao que você reage, mais especificamente ao estado anterior ao indesejado.

Por meio do Swish, você notará um aumento do bem-estar e encontrará uma maneira de evitar conflitos.

Para os colaboradores de sua empresa, essa técnica da Programação Neurolinguística contribui para manter a motivação e evitar sobrecargas emocionais. O ambiente de trabalho fica mais leve e com mais qualidade de vida para a equipe.

Compartilhe a técnica do Swish com demais profissionais da área de Recursos Humanos para que eles a utilizem sempre que identificarem a necessidade.

3. Rapport

Essa técnica da PNL tem sua origem em um termo francês, cujo significado remete à afinidade. O objetivo do Rapport é trazer as sensações de harmonia, do reconhecimento e da aceitação mútua que ocorrem quando a comunicação é fluída.

Em outras palavras, o Rapport faz um espelhamento comportamental. Ele pode variar da postura até o estado interior de alguém. Assemelha-se a uma imitação, porém mais sutil e empática.

Por meio do Rapport, torna-se possível demonstrar reconhecimento e concordância com as outras pessoas. Utilizada pela área de Recursos Humanos, a técnica contribui para a aproximação e compreensão sobre as equipes.

Para criar um Rapport, você pode usar diferentes ferramentas. A primeira pode ser acompanhar a comunicação não verbal em um diálogo, ou seja, repetindo padrões de voz e de contato visual.

Outra maneira pode ser o interesse genuíno no que a outra pessoa está dizendo ou no modo como ela enxerga o mundo. Também é possível usar os 4 Rs da Programação Neurolinguística:

  • Respeito: fazer com que o interlocutor se sinta respeitado como indivíduo;
  • Reconhecimento: em relação à maneira como a outra pessoa reage;
  • Reafirmação: a interação deve ser experimentada como não ameaçadora;
  • Responsabilidade: agir de forma responsável e promover uma comunicação espontânea e transparente.

Supervisores devem aprender a técnica do Rapport para que sejam multiplicadores, expandindo-a para os demais colaboradores por meio de exercícios de empatia. Assim sendo, contribuirá para uma significativa melhora do ambiente corporativo.

As técnicas da PNL podem e devem ser utilizadas por você e pelos demais colaboradores da área de Recursos Humanos para alcançar resultados positivos no dia a dia da organização.

Para maximizar os resultados dessas técnicas de Programação Neurolinguística, é importante que o RH colete, organize e analise dados que possibilitam identificar padrões e tendências de comportamento. Conheça o potencial das ferramentas de People Analytics!



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS