5 ideias para aumentar a eficiência no recrutamento e seleção - Cast group
BLOG
Recursos Humanos

5 ideias para aumentar a eficiência no recrutamento e seleção

23 de maio de 2019

Uma das prioridades do RH estratégico é melhorar a eficiência no recrutamento e seleção. Contratar o candidato certo é fundamental para otimizar recursos e aumentar a produtividade. A empresa consegue reduzir os custos com treinamento, bem como o índice de turnover — requisitos essenciais para garantir a lucratividade do negócio.

Afinal, como é possível aumentar a eficiência no recrutamento e seleção? Esse é o tema deste artigo. Selecionamos algumas práticas altamente recomendadas que vão ajudá-lo a encontrar e identificar o candidato ideal para o cargo. Confira!

1. Aperfeiçoe a descrição da vaga e do perfil

É comum os gestores de outras áreas se preocuparem com a contratação de colaboradores apenas quando precisam preencher uma vaga. O profissional de RH que pensa estrategicamente sabe que, na verdade, esse processo começa bem antes do recrutamento e seleção.

Durante todo o tempo, é fundamental usar as informações sobre os colaboradores e a avaliação de desempenho deles para aperfeiçoar a descrição da vaga e do perfil, aumentando a eficiência no recrutamento e seleção.

Com base na performance dos diferentes funcionários, o RH consegue identificar quais são as atribuições de quem assume a função, bem como os conhecimentos técnicos, habilidades e comportamentos que ajudam o profissional a ter sucesso naquela atividade.

Dessa forma, quando surge uma nova vaga, o RH sabe exatamente qual é o candidato que precisa procurar. Ele identifica qual a formação ideal que ele deve ter, bem como características pessoais que interferem no desempenho.

A partir desses dados, a equipe de RH consegue elaborar dinâmicas e testes que avaliam essas características, especialmente as que se referem aos aspectos comportamentais dos candidatos. Junto com o gestor, eles também conseguem propor avaliações práticas para identificar se o profissional de fato consegue aplicar o conhecimento em tarefas semelhantes às que serão exigidas no dia a dia.

2. Automatize o processo de análise de currículos

Existe uma parte do processo de recrutamento que pode ser perfeitamente automatizado. Atualmente, é possível recorrer a plataformas que filtram automaticamente os candidatos que possuem os requisitos mínimos para a contratação. Para isso, basta configurar a ferramenta estabelecendo os critérios essenciais e desejáveis.

Dessa forma, o profissional de RH não perde tempo analisando currículos e eliminando uma série de candidatos. O sistema realiza essa tarefa automaticamente. Com esse tempo livre,  sua equipe tem mais tempo para planejar as etapas subsequentes, elaborar testes profundos e precisos ou mesmo analisar e comparar resultados, o que contribuirá para aumentar a eficiência no recrutamento e seleção.

Além dos currículos, outros testes podem ser realizados online, mediante plataformas ou avaliações padronizadas. Alguns exemplos são o DISC ou avaliações de idiomas. Se a empresa precisa de um profissional que domina uma segunda língua, por exemplo, ela pode apresentar um formulário com perguntas que revelam a proficiência do candidato.

O mesmo raciocínio vale para conhecimentos técnicos. Em um nível preliminar, eles podem ser avaliados por meio de testes. É possível programar o para eliminar automaticamente os candidatos que obtêm um desempenho abaixo da média, fazendo com que o RH foque seus esforços apenas naqueles que demonstraram domínio dos conceitos necessários para exercício da função.

3. Vá além das perguntas convencionais

Muitos candidatos vêm para a entrevista de emprego com um discurso decorado. Eles pesquisaram bastante durante o período em que buscaram uma recolocação profissional e sabem quais são as perguntas realizadas com frequência nessas situações. Mais que isso, eles chegam com respostas prontas, que são as que os selecionadores supostamente esperam ouvir.

Por isso, para conhecer de fato as pessoas, é necessário surpreendê-las. Para aumentar a eficiência no recrutamento e seleção, vá além dessas perguntas convencionais e proponha testes práticos ou dinâmicas que exijam a interação entre os candidatos.

Nessas circunstâncias — dinâmicas, jogos, desafios, simulações — você verá como elas se comportam diante do imprevisto, se conseguem colaborar, se têm facilidade para solucionar conflitos, se são conservadoras ou ousadas quando precisam tomar decisões, se demonstram espírito de liderança, entre outras características.

4. Avalie o fit cultural para aumentar a eficiência no recrutamento e seleção

Além do conhecimento e comportamento, é muito importante verificar se existe uma convergência entre os valores da empresa e os dos candidatos. Cada vez mais, as novas gerações estão chegando ao mercado e dando preferência a organizações nas quais elas conseguem se realizar pessoalmente. Sem esse fit cultural, a tendência pela busca de uma nova colocação em outras companhias se torna maior.

Por isso, analise se o candidato tem o perfil ideal para a vaga, a probabilidade de ele se encaixar na equipe de que fará parte e se há compatibilidade entre a personalidade dele e a cultura da empresa. Leve isso em consideração inclusive ao captar candidatos. Algumas organizações sentem a necessidade de inovar, fazem da criatividade um requisito para a contratação, mas depois colocam esse indivíduo em uma estrutura engessada, em que ele não consegue utilizar seu potencial.

Tenha plena consciência da sua cultura organizacional e use esses parâmetros para escolher os candidatos. Essa é uma prática muito importante para aumentar a eficiência no recrutamento e seleção, evitando principalmente o turnover.

5. Inclua o gestor da área

Grande parte do processo de seleção realmente cabe ao departamento de Recursos Humanos. Porém, quanto mais estratégica for a vaga, mais importante é que outras pessoas participem das etapas finais, como as entrevistas presenciais.

Por isso, muitas empresas têm incluído o gestor da área nesse processo. Ele atua como um hiring manager (gerente de contratação). Assim, depois que o RH chega a uma lista pequena com as melhores opções, esse profissional participa ativamente das entrevistas e da decisão com o objetivo de aumentar e eficiência no recrutamento e seleção.

Isso é extremamente importante, visto que contratado e gestor farão um trabalho muito próximo. Para o profissional que está entrando na empresa, esse endosso é importante. Ele se sente valorizado por saber que foi escolhido pelo seu superior imediato. Para o gestor, essa participação também é muito válida, pois ele trabalhará com quem se identificou e é corresponsável pela contratação.

No entanto, se a empresa adotará como procedimento padrão a participação dos gestores como hiring managers, é preciso prepará-los. É importante conscientizá-los de que uma equipe diversificada é mais forte e tende a obter melhores resultados, para que eles não optem sempre por um perfil semelhante.

Como você pode ver, a união entre mudanças no processo e ferramentas tecnológicas é essencial para aumentar a eficiência no recrutamento e seleção. Quer conhecer 5 tecnologias que não podem faltar na sua empresa? Faça o download gratuito do nosso e-book e confira agora mesmo!



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS