6 tecnologias para manter a performance das áreas fiscal durante a quarentena
BLOG
Fiscal

6 tecnologias para manter a performance das áreas fiscal durante a quarentena

6 de maio de 2020

O surto e a rápida disseminação do COVID-19, comumente conhecido como coronavírus, levou muitas empresas a implementar protocolos emergenciais de trabalho em casa para evitar a exposição no local de trabalho. Porém, durante esse período de quarentena, muitos gestores encontram dificuldades para manter a performance das áreas fiscal.

Se sua empresa nunca teve uma força de trabalho remota em período integral, isso pode ser uma transição desafiadora. No entanto, graças à tecnologia moderna, é possível que muitos funcionários sejam tão produtivos em casa quanto seriam no escritório, se não mais.

Para isso, basta que você encontre as ferramentas tecnológicas essenciais que podem ajudá-lo a criar as condições de trabalho ideal. Embora você já esteja usando muitas dessas ferramentas, elas podem assumir uma nova função e importância durante esse longo período de trabalho remoto – elevando a performance das áreas fiscal.

Principais ferramentas para uma boa performance das áreas fiscal na quarentena

1. Bate-papo / mensagens instantâneas

A comunicação dentro da equipe pode ser o maior desafio para manter a performance das áreas fiscal quando você migra para o trabalho remoto. Softwares de bate-papo como Slack e Microsoft Teams permitem a comunicação perfeita entre membros da equipe e profissionais de outros setores.

Diferentes “canais” de bate-papo permitem que as pessoas discutam trabalho, troquem ideias e permaneçam conectados um ao outro durante o dia de trabalho. Muitas empresas já usam essas ferramentas de mensagens instantâneas, mas você deve incentivar sua equipe a prestar atenção extra às mensagens agora, pois isso provavelmente se tornará o principal método de comunicação durante a quarentena.

2. Videoconferência

As videoconferências em que os participantes podem ver a expressão um do outro e reagir em tempo real podem replicar os benefícios das reuniões presenciais que você teria no escritório. O software de videoconferência normalmente inclui recursos de compartilhamento de tela, gravação e bate-papo ao vivo, que podem adicionar uma camada extra de comunicação e entendimento às suas reuniões. As opções populares incluem Google Hangouts e Zoom.

3. Gerenciamento de projetos

Manter a performance das áreas fiscal e manter os fluxos de trabalho regulares enquanto você trabalha remotamente exigirá uma ferramenta de gerenciamento de projetos de primeira linha. Se você ainda não utiliza softwares como Trello ou Asana, agora é a hora de configurá-lo. É fácil atribuir e dividir tarefas, e as atualizações de status e o andamento do projeto estão disponíveis rapidamente.

4. Armazenamento na nuvem

Um dos desafios de trabalhar remotamente é a falta de acesso aos servidores internos da sua empresa. É aqui que aplicativos de armazenamento em nuvem como o Dropbox e o Google Drive podem ser úteis.

Ao mover todos os seus arquivos para a nuvem, você garante que sua equipe tenha acesso ininterrupto a documentos importantes, planilhas, apresentações, vídeos e muito mais. Além disso, é mais fácil colaborar em tempo real e organizar o envio de versões atualizadas de documentos.

5. Rastreadores de produtividade e tempo

Ao trabalhar em casa, pode ser fácil perder o foco – especialmente se os funcionários estiverem em quarentena em casa com suas famílias. Aplicativos de produtividade e rastreamento de tempo como Toggl e Todoist podem ajudar a equilibrar seu tempo, acompanhar seu progresso e lembrá-lo de fazer pausas. Com o tempo gerenciado, você pode ser mais produtivo enquanto trabalha em um ambiente mais confortável.

6. Automação das obrigações fiscais

Entre as rotinas do departamento fiscal estão aquelas relacionadas ao cumprimento das obrigações fiscais federais, estaduais e municipais. Para agilizar esses processos, você também pode contar com o auxílio da tecnologia – promovendo uma solução segura, completa e integrada com seus processos.

O SOFICOM visa atender as demandas não compreendidas de forma Standard SAP e proporcionar cobertura total às obrigações federais, estaduais e municipais. Em cada uma das esferas a sua atuação proporciona desde ferramentas, métodos e melhores práticas para o cumprimento e entrega das obrigações. Trata-se de uma forma muito eficiente de aumentar a performance das áreas fiscal.

Veja quais são as obrigações fiscais que você pode automatizar com o SOFICOM:

Obrigações Federais

  • EFD ICMS/IPI – SPED Fiscal

  • ECF – SPED Escrituração Contábil Fiscal

  • EFD Contribuições – SPED Contribuições

  • REINF – Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída

  • ECD – SPED Contábil eSOCIAL – Escrituração Social

  • CIAP – Controle de Crédito do Ativo Permanente

  • DIRF – Declaracao do Imposto de Renda Retido na Fonte

  • DCTF – Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais

  • DIMOB – Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias

  • IN86 – Instrução Normativa SRF nº. 86

  • PER/DCOMP – Programa Pedido Eletrônico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação

  • Livros balancete, diário e razão

  • Entre outros

Obrigações Estaduais

  • GIA – Guia de Informação e Apuração do ICMS

  • GIA ST – Guia de Informação e Apuração do ICMS Substituição Tributária

  • GIAM – Guia de informação e Apuração Mensal do ICMS

  • DAC – Declaração de Atividades do Contribuinte

  • DAMEF – Declaração Anual do Movimento Econômico Fiscal

  • DAPI – Declaração de Apuração e Informações do ICMS

  • DECLAN – Declaração Anual para o Índice de Participação dos Municípios

  • DIEF – Declaração de Informações Econômico-Fiscais

  • DIME – Declaração de Informações do ICMS e Movimento Econômico

  • DUB – Declaração de Utilização de Benefícios Fiscais

  • GNRE – Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais

  • Livro/DF

  • SEF/II

  • Entre outros

Obrigações Municipais

  • DNR

  • DMS – Declaração Mensal de Serviços

  • DMS-E – Declaração Mensal de Serviços Eletrônica

  • VVISS – Vila Velha Imposto Sobre Servicos

  • ISISS – Internet Sistema de Imposto Sobre Serviços

  • ISS.NET

  • BH ISS

  • ISS DIGITAL

  • DEISS – Declaração de ISS

  • ISS online

  • DS

  • Atenda

  • Betha

  • Gissonline

  • Thema

  • MEUISS

  • Simpliss

  • NFTS – Nota Fiscal do Tomador de Serviços

  • REDF – Registro Eletrônico de Documento Fiscal

  • Entre outros

Como o SOFICOM pode ajudá-lo a aumentar a performance das áreas fiscal?

O SOFICOM é uma plataforma digital que reúne as soluções que a sua empresa precisa para otimizar sua gestão fiscal. Além de ser planejada de acordo com os seis pilares de governança fiscal, o SOFICOM funciona como uma solução modular e personalizada de acordo com a necessidade de cada empresa.

Os recursos do SOFICOM podem ajudá-lo no desenvolvimento normal dos trabalhos, mas o seu destaque pode ser ainda maior para aumentar a performance das áreas fiscal durante a quarentena. Entre as funções que podem estar inclusas na plataforma, estão:

  • Gestão de materiais de / em terceiros

  • Apuração e relatórios – englobando ICMS, IPI, ICMS ST, Impostos Retinos, PIS, COFINS, ISS e ICMS Partilha

  • Otimizador de processos – que automatiza a movimentação de ativos e materiais integrados com a solução fiscal, contabilidade e controle de estoque

  • Pagamentos e GNRE

  • Auditoria

  • Auditor online com BRF+, que faz o monitoramento e controle de inconformidades no ambiente SAP ERP

  • FCI (Ficha de Conteúdo de Importação)

  • Emissão de notas fiscais de serviço eletrônica

  • Controle dos créditos de ativos imobilizados (CIAP)

  • Cobertura total às obrigações federais, estaduais e municipais

  • Upgrade TDF

Quais dessas tecnologias para manter a performance das áreas fiscal você já utiliza? Quer conhecer melhor os recursos do SOFICOM? Então visite nossa página.



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS