7 estratégias para ficar em conformidade com o fisco
BLOG
Fiscal

7 estratégias para ficar em conformidade com o fisco

4 de junho de 2019

Ficar em conformidade com o fisco, em total conformidade com a legislação vigente, está entre os objetivos de qualquer profissional que trabalha com a gestão financeira ou fiscal de uma empresa, não é? Uma organização já precisa encarar uma alta carga tributária todos os anos. Aumentar essas despesas com multas, juros e outras penalidades do fisco pode tornar a gestão financeira ainda mais complicada.

Entretanto, em meio a tantas exigências legais, nem sempre as empresas conseguem manter distância das autuações do fisco. Mesmo as organizações que estão bem-intencionadas e buscam seguir todas as normas podem enfrentar dificuldades para não cometer nenhum deslize.

Para ajudá-lo a garantir que a sua empresa consiga evitar autuações do fisco, preparamos uma lista com 7 estratégias.

Como ficar em conformidade com o fisco?

O caminho para evitar autuações do fisco em total conformidade com a legislação vigente é bastante lógico: basta cumprir todas as exigências contábeis e fiscais. O problema está justamente no momento de colocar isso em prática. É preciso conhecer detalhadamente quais são essas exigências e também descobrir como cumpri-las corretamente. Com as estratégias que veremos a seguir, ficará mais fácil evitar autuações do fisco:

1. Organize uma agenda tributária

Você sabe todos os tributos que a sua empresa deve pagar ao longo do ano? Sabe as datas de vencimento de cada um deles? E conhece as obrigações acessórias que devem ser cumpridas? Sem planejar o cumprimento desses compromissos, é muito fácil acabar perdendo os prazos – gerando penalidades para a empresa.

Uma ótima forma de contornar esse problema e evitar autuações do fisco é organizando uma agenda tributária. O conceito dessa agenda é bem simples: basta listar todas as obrigações que devem ser cumpridas ao longo do ano e organizá-las em uma agenda. Dessa forma, basta consultar a agenda tributária para garantir que nenhum compromisso seja deixado para trás.

2. Mantenha a sua empresa sempre atualizada

Além de fazer várias exigências para as pessoas jurídicas brasileiras, o fisco está constantemente realizando alterações nessas exigências. As empresas precisam estar sempre atentas às atualizações legislativas para acompanhar as mudanças no cumprimento dos compromissos fiscais e contábeis.

Para evitar autuações do fisco, é importante adotar o hábito de acompanhar as atualizações na legislação. Além disso, também pode ser uma ótima ideia começar a implementação das mudanças antes do prazo final. Essa prática evita imprevistos e aumenta a segurança em relação ao cumprimento de todas obrigações.

3. Tenha uma equipe qualificada

Mesmo com conhecimento sobre todas as exigências legais e os processos necessários para o seu cumprimento, você ainda precisa confiar no trabalho desenvolvido pela sua equipe contábil, financeira e fiscal. Um simples erro humano pode comprometer uma demonstração contábil ou levar a empresa a recolher um valor equivocado de um tributo.

Portanto, investir na capacitação da equipe pode fazer toda a diferença no momento de evitar autuações do fisco. Profissionais competentes e atualizados têm a capacidade de seguir as normas legais com mais facilidade.

4. Crie normas de boas condutas para a gestão fiscal

Uma mudança na mentalidade da organização também pode contribuir para evitar autuações do fisco. As exigências fiscais não podem ser vistas como um grande fardo e deixadas de lado até o último instante antes que sejam seguidas. O segredo está justamente em criar o compromisso de adotar as melhores práticas de gestão fiscal.

Porém, essa iniciativa não pode partir somente da alta administração da empresa. A criação de normas de boas condutas para a gestão fiscal garante que todos os profissionais que estão relacionados ao cumprimento das exigências do fisco saibam como se portar – trabalhando para seguir a legislação com eficiência.

5. Faça um bom planejamento tributário

Muitas empresas são autuadas pelo fisco por cometerem deslizes na busca por reduzir as despesas tributárias. Essas manobras podem ser arriscadas – e, em muitos casos, ilegais. O planejamento tributário é a forma mais eficiente de promover uma diminuição nos custos com tributos sem deixar de cumprir todas as exigências legais.

Além de encontrar as melhores alternativas tributárias pelo menor custo possível, o planejamento tributário também é um exercício que ajuda a enxergar toda a complexidade das exigências fiscais. Por ser um estudo completo da tributação de uma organização, as informações trabalhadas podem ser exploradas para ajudar na organização da sua agenda tributária.

6. Realize auditorias internas

Por que esperar que ocorra uma auditoria do poder público para descobrir se existe alguma irregularidade contábil ou fiscal? Você pode organizar auditorias internas que também possuem o objetivo de encontrar aspectos que estão em desacordo com as normas legais. A diferença é que, dessa forma, você consegue promover correções sem ser penalizado com multas e juros.

As auditorias internas podem ser realizadas por uma equipe formada pelos próprios profissionais da sua empresa ou então com a contratação de uma empresa especializada. Qualquer que seja a melhor solução para o seu negócio, é recomendável que esse procedimento seja feito com uma regularidade para evitar complicações.

7. Use um software de gestão fiscal

A tecnologia pode ser sua grande aliada para evitar autuações do fisco. Um software de gestão fiscal permite que você tenha mais controle sobre todas as informações financeiras, contábeis e fiscais – incluindo o gerenciamento das notas fiscais de entradas e saídas, CT-es, NFC-es, MD-es.

Além disso, também é possível automatizar vários dos processos que devem ser executados pela contabilidade – reduzindo as chances de erro humano e aumentando a produtividade. A escrituração e as principais demonstrações contábeis podem ser elaboradas facilmente com o auxílio de uma plataforma digital.

O trabalho de toda a equipe é facilitado com um software de gestão fiscal. As informações ficam todas armazenadas na nuvem e podem ser facilmente acessadas pelas pessoas autorizadas. Assim, torna-se possível melhorar o desempenho operacional e apoiar a gestão da empresa para que seja mantida a conformidade tributária.

Você gostou das estratégias para evitar autuações do fisco? Quer continuar aprendendo sobre a gestão fiscal do seu negócio? Então confira também o e-book sobre Otimização de Processos Fiscais!



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS