Como a automação de processos pode contribuir na recuperação da crise?
BLOG

Como a automação de processos pode contribuir na recuperação da crise?

21 de dezembro de 2020

A recuperação da crise é um dos assuntos que mais interessa aos empresários, tendo em vista que a pandemia da Covid-19 causou fortes impactos no setor financeiro dos negócios.

Nos meses mais graves da pandemia, os negócios tiveram que migrar para o regime home office, para preservar os clientes e os colaboradores da infecção pelo novo vírus. 

Foi por conta disso que muitas empresas tiveram que se reinventar e acabaram descobrindo a automação de processos. Mesmo quando a pandemia acabar, esses processos devem continuar em alta, orientando uma transformação digital.

Mais do que isso, a automação de processos é o principal fator que pode contribuir na recuperação da crise causada pela Covid-19.

6 maneiras como a automação de processos pode contribuir na recuperação crise

Quer saber como a automação de processos pode contribuir na recuperação da crise? Então confira, a seguir, uma lista de maneiras que isso pode ocorrer!

1. Os custos são reduzidos

Em tempos de crise, otimizar custos é tudo o que as empresas mais desejam. Afinal, ninguém pode desperdiçar dinheiro quando os negócios não estão no melhor momento.

A automação de processos pode contribuir muito para que os custos sejam reduzidos. Os serviços de Robotic Process Automation (RPA), por exemplo, contribuem muito para isso.

Imagine a seguinte situação: uma empresa precisa registrar em seu sistema todas as notas fiscais das mercadorias que recebe. Isso pode levar muitas horas se for feito por um operador humano.

No entanto, hoje em dia, com os serviços de RPA, isso pode ser feito automaticamente, de maneira muito rápida e prática. Logo, não é preciso gastar muito com o pagamento de horas extras para os colaboradores, por exemplo.

A otimização do tempo também acontece porque os erros são evitados e isso reduz as refações.

2. Agilidade nas tarefas

Além de otimizar os custos, a automação de processos também dá mais agilidade às tarefas. Prova disso pode ser visto em workflows criados em sistemas de gestão, como o SAP S/4 HANA.

É possível criar esquemas de trabalho para que as tarefas sigam um caminho. Isso faz com que os profissionais recebam notificações quando está no seu momento de realizar alguma ação.

Os workflows de automação de processos representam o fim daqueles pilhas enormes de papel em cima das mesas, que só servem para deixar o trabalho parado ou lento.

3. Melhoria na segurança da informação

Em um período de recuperação da crise, algo que deve estar fora de cogitação para as empresas é o pagamento de multas, concorda? Com a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) em vigor, essa preocupação se tornou ainda mais constante nas companhias.

A segurança da informação nunca foi tão importante e a automação de processos pode contribuir bastante nesse sentido. Isso porque os bons programas desse tipo são criptografados.

A criptografia funciona como uma espécie de camada de proteção, que envolve os códigos de programação dos softwares. Desse modo, se evita que os dados da organização sejam acessados por terceiros, como hackers ou qualquer pessoa não autorizada.

4. Aumento do foco no que é estratégico

As empresas do futuro tendem a ser cada vez mais estratégicas e menos operacionais. Isso quer dizer que a automação de processos também contribui para que os colaboradores e gestores possam ter mais foco no negócio.

Vamos imaginar uma empresa que usa chatbots para responder mensagens dos clientes nas redes sociais, por exemplo. Quando isso acontece, não é preciso que o gestor de relacionamento ou uma pessoa responsável precise perder horas comentando todas as interações.

É possível programar respostas automáticas para perguntas comuns, como o horário de funcionamento do negócio, preços dos produtos etc. Com esse trabalho automatizado, o responsável pela comunicação da empresa pode focar em outras atividades mais estratégicas para o setor. Tudo que é operacional fica com os robôs!

5. A mobilidade aumenta

Os especialistas no futuro do trabalho acreditam em um conceito chamado de anywhere office. Trata-se de um método em que as atividades profissionais podem ser realizadas em qualquer local, como na casa do colaborador, em um coworking, em uma biblioteca, em um café etc.

A automação de processos permite que isso aconteça de forma mais plena, tendo em vista que a maioria dos softwares e sistemas são armazenados na nuvem, possibilitando o acesso em qualquer local.

Dessa forma, a empresa que está buscando a recuperação da crise pode contratar um pacote de horários em coworkings, por exemplo. Desse modo, os colaboradores trabalharão em escritórios compartilhados e não na sede da companhia.

O único gasto que será tido será com a mensalidade, tendo em vista que as contas de água, energia elétrica, internet, entre outras, deixarão de ser necessárias. 

6. Crescimento da vantagem competitiva

Quando se fala em recuperação da crise, não se deve pensar apenas em soluções para contornar um momento difícil. Devem ser buscadas alternativas para que a empresa se destaque das demais.

A ideia é que as companhias possam se destacar da concorrência e crescer, mesmo em um período mais turbulento. Com essa vantagem de mercado, será possível ter mais resultados positivos não apenas agora, mas também em um futuro próximo.

Essas são algumas das maneiras como a automação de processos pode contribuir na recuperação da crise. Se você contar com serviços desse tipo, com certeza conseguirá superar mais facilmente as adversidades do dia a dia empresarial.

Continue se informando e leia agora o nosso artigo que mostra como reduzir custos e ganhar agilidade na governança fiscal e compliance.



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS