Como migrar a gestão do seu chão de fábrica ao ERP?
BLOG
Gestão Empresarial

Como migrar a gestão do seu chão de fábrica ao ERP?

13 de agosto de 2021

A migração da gestão do chão de fábrica ao ERP é algo cada vez mais urgente para as empresas que ainda insistem em controlar suas operações de modo obsoleto. Independentemente do porte, a implementação é fundamental para trazer desenvolvimento suportável e garantir a sobrevivência.

Antigamente, toda a produção e controle de insumos era feita manualmente. Além do desperdício de tempo, era comum contar com falhas técnicas e humanas, o que impactava toda a cadeia produtiva.

A indústria 4.0 já se provou benéfica nos mais variados segmentos, trazendo por meio da automação, robótica e demais integrações enormes benefícios, dentre eles ganho de produtividade e redução de custos.

Segundo Pablo Fava, CEO da Siemens, houve um aumento entre 15% e 30% de eficiência em engenharia e produção após a modernização do chão de fábrica.

A relutância deve ser posta de lado, pois os benefícios são inúmeros e compensam os investimentos – que por sinal, tornaram-se muito atrativos nos últimos anos.

Benefícios de migrar a gestão do chão de fábrica ao ERP

As vantagens são diversas e o uso da tecnologia, bastante amplo. Algumas fábricas já utilizam realidade aumentada ou virtual para visualizar ou aprimorar produtos, cadeias de robôs, impressão 3D, ou inovações como ioT, Big Data ou cibersegurança, por exemplo.

O sistema de gestão é indispensável para conectar todas as variantes do negócio, uma vez que ele integra cada detalhe, centralizando as informações e estabelecendo a comunicação entre elas.

Assim, um ERP eficiente permite avaliar em tempo real (e notificar) se houve a necessidade de comprar mais insumos, porque a demanda aumentou. Fica muito mais simples manter um padrão de excelência da área logística ou até mesmo reduzir as plantas fabris, atuando regionalmente.

Alguns outros benefícios são:

Produtos melhores 

A qualidade dos produtos melhora muito, pois com a automatização, os processos se tornam muito mais precisos e a inovação se torna viável.

Antecipação de demandas

Ao visualizar e analisar as negociações que estão acontecendo, existe a capacidade maior de prever e planejar a produção, atendendo o público de forma mais direcionada e precisa.

Análise de produtividade

Com o levantamento de todos os gastos, os gestores também conseguem traçar um paralelo entre o que foi investido e detectar o quão rentável cada etapa é e o que pode ser otimizado – evitando desperdícios.

Ganho de agilidade 

A inovação e a integração de recursos pertinentes ao segmento industrial, se aplicados no chão de fábrica, fazem com que tudo se torne infinitamente mais rápido e transparente. Dessa maneira, tanto os erros quanto acertos são evidenciados e a tomada de decisão deixa de ser intuitiva, passando a ter base em informações reais e estatísticas.

Segurança em primeiro lugar

Conexão com sistemas que sinalizam quando há problemas técnicos no maquinário, prevendo manutenção e evitando acidentes.

Controle de tudo o que acontece em tempo real

O ERP permite entender como está o curso de todas as atividades em tempo real. Se for hospedado em nuvem, que é a maior tendência para os sistemas de gestão, ainda confere mobilidade e os dados poderão ser acessados 24 horas por dia, 7 dias por semana, de qualquer dispositivo!

Cumprimento de prazos

Uma vez que as fases são monitoradas, há muito mais previsibilidade e com isso, é possível cumprir prazos e atender às demandas de maneira organizada e correta. Também é possível mapear onde acontecem os gargalos e trabalhar para que o erro seja corrigido o quanto antes. 

Comunicação aprimorada

A partir da integração de todos os setores industriais, todas as áreas ficam cientes do andamento da operação e fica muito claro o papel que cada um deve desempenhar internamente. Dessa forma, a noção de causa e consequência se amplia e há o perfeito entendimento de o quanto pequenas atitudes influenciam no todo.  

Melhoria da qualidade de vida dos colaboradores

Ao eximir os funcionários de tarefas repetitivas e cansativas, que passam a ser executadas via automação, cria-se espaço para qualificação e ocupação de funções mais estratégicas – o que é bom física e profissionalmente.

Transforme o seu chão de fábrica

Fica evidente a capacidade que um ERP tem de potencializar a manufatura, com proveitos que são quantitativos e, ao mesmo tempo, qualitativos.

O investimento se torna, além de necessário, completamente justificável, pois é facilmente revertido em lucratividade. 

De acordo com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a implementação dos recursos da indústria 4.0 pode gerar uma economia de cerca de R$ 73 bilhões ao ano, sendo R$ 35 bilhões derivado de IA e manutenção, R$ 31 bilhões com ganhos de eficiência e R$ 7 bilhões com redução do consumo energético.

Portanto, cabe procurar a melhor solução de gestão empresarial do mercado e migrar definitivamente seu chão de fábrica ao ERP.

A Cast Group conta com a solução perfeita para indústrias de pequeno e médio porte: o SAP Business One, um sistema flexível, acessível e que engloba todas as funções necessárias para o desenvolvimento e crescimento de sua empresa. 

Para grandes empresas, o SAP S/4Hana atende perfeitamente a capacidade produtiva e expansão internacional, contando com muitos recursos e potência sem igual.

Conheça o nosso trabalho e descubra como podemos auxiliar a sua companhia a atingir resultados incríveis, como outros de nossos clientes já experimentaram. 



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS