Como o RH pode superar o receio de investir em novas tecnologias?
BLOG
Recursos Humanos

Como o RH pode superar o receio de investir em novas tecnologias?

29 de janeiro de 2020

Os frequentes avanços tecnológicos fazem com que o mundo passe por um processo constante de mudanças — a transformação digital. Pessoas e empresas, para que se desenvolvam continuamente, precisam se adaptar às novas tecnologias.

O mercado demanda soluções cada vez mais rápidas e precisas, tornando essencial a função dos profissionais da área de Recursos Humanos (RH). São eles que contribuem para atrair e reter os talentos certos que as organizações necessitam.

No entanto, a transformação digital pode parecer algo muito assustador e provocar o medo de que ocorra a substituição do homem pela máquina. Mas não há o que temer! Em RH, ela colabora com os processos, tornando-os eficientes.

Saiba como as novas tecnologias podem ser verdadeiras aliadas para o RH, deixando o dia a dia mais prático e maximizando as ações dessa estratégica área!

Um panorama da transformação digital em RH

Em casa ou no trabalho, utilizamos novas tecnologias para otimizar a rotina. Um único smartphone pode conter centenas de aplicativos que fornecem serviços que vão desde um motorista até a entrega de comida.

Muitos desses aplicativos utilizam Inteligência Artificial, Geolocalização, Big Data e outras tecnologias. São elas que entregam uma experiência enriquecedora para o consumidor e aumentam a precisão das ações tomadas pela empresa.

Essa facilidade criada pela transformação digital está mudando os negócios, pois demanda inovações como a automatização de processos — uma necessidade que chega ao RH.

Em um passado não muito distante, era comum aos profissionais da área de Recursos Humanos, passar horas e até dias selecionando currículos e analisando candidatos. Contudo, esse tempo nem sempre atendia às demandas emergenciais da companhia.

Quando uma empresa precisa contratar novos colaboradores para atender às necessidades do mercado, ela conta com a rapidez e exatidão das escolhas do RH. Os profissionais devem ter o perfil desejado para as atividades que realizarão.

Do mesmo modo, tornou-se complicado, para qualquer empresa, lidar com processos muito burocráticos e que estavam suscetíveis a erros. Por isso, as novas tecnologias passaram a assumir essas tarefas e garantir, ao mesmo tempo, precisão e certeza.

A transformação digital é importantíssima para que a área de Recursos Humanos assuma um papel mais estratégico dentro das organizações, pois ela contribui para uma positiva experiência do colaborador.

E o que acontece com os profissionais que executavam essas atividades?

O papel do profissional de RH diante das novas tecnologias

Quando as novas tecnologias chegam, os processos precisam ser revistos. Profissionais que executavam tarefas burocráticas e extremamente manuais, podem ser reaproveitados em atividades analíticas — mais importantes para a organização.

Os processos recrutamento e a seleção de pessoas, por exemplo, tornaram-se mais precisos e menos discriminatórios por causa da transformação digital. Veja algumas de suas mudanças:

  • O candidato envia o currículo por e-mail, ao invés de entregar pessoalmente;
  • Entrevistas são otimizadas por meio de vídeos, facilitando a participação de todos, pois não há restrições de local ou horário;
  • Um software pode analisar o currículo e o vídeo da entrevista, selecionando quem tem o perfil desejado pela empresa. Desse modo, torna-se imparcial e livre de julgamentos discriminatórios;
  • A busca por profissionais ultrapassou os limites das plataformas de vagas e chegou às redes sociais — tanto as especializadas, como o LinkedIn, quanto as utilizadas pelo público em geral.

Uma vez que o profissional de RH assume uma nova posição, ele necessita buscar meios para se manter sempre informado e por dentro das novidades e tendências da área.

Essa necessidade faz com que o seu desenvolvimento seja contínuo, tornando-o um profissional mais atualizado e menos defasado. Com o auxílio das novas tecnologias, ele consegue colaborar para que a organização tenha trabalhadores sempre motivados, com o perfil desejado e capacitados para assumir e executar suas responsabilidades.

A importância das novas tecnologias para otimizar a atuação do RH

Novas tecnologias otimizam os processos que compõem a comunicação interna de qualquer organização. Em modelos antigos, era comum que os gestores mantivessem o foco somente na relação com os clientes.

Por causa das soluções que estão surgindo, a nova configuração fez com que as tecnologias contribuíssem para a implantação de canais digitais que também facilitam a comunicação com e entre os colaboradores.

Outra vantagem é o controle de resultados. Dados são produzidos a todo instante e quando não são coletados ou organizados da maneira correta, dificultam o processo de tomada de decisões.

Ferramentas de automação facilitam a realização dessas tarefas! Além disso, elas preparam relatórios completos a partir da seleção de critérios e indicadores — e com pouca interferência humana.

O RH deve assumir o desafio de conhecer e implementar as novas tecnologias

Essa transformação digital provoca mudanças nos processos, na cultura organizacional e nos negócios, pois afeta os métodos de trabalho.

Logo, adaptar-se a novas formas de operar não é algo fácil para todos. E quando se trata de novas tecnologias, nem todos os colaboradores estão preparados para utilizar as ferramentas — causando o medo da demissão.

Por esse motivo, o RH deve assumir o desafio de liderar a transformação digital e a adoção de novas ferramentas. Seus gestores e membros são as pessoas ideais para entender as oportunidades, os riscos e os desafios que as novas tecnologias trazem.

A mudança, portanto, precisa ser implementada em um nível individual. Testes são realizados para mostrar os pontos positivos e os negativos, proporcionando a chance de mudança de rota.

Durante a implantação de novas ferramentas, a comunicação precisa ser planejada. Todos devem estar cientes dos objetivos e das necessidades que envolvem a mudança. Dúvidas têm que ser respondidas!

A partir disso, os colaboradores têm suas necessidades individuais consideradas e se tornam mais receptivos a uma mudança global. Essa transformação de pessoas ajuda ainda a quebrar resistências.

Seus colaboradores, ao entenderem o que há por trás das mudanças propostas, terão o desejo de participar e apoiar essa transformação digital. Logo, uma abordagem de incentivo contribui para criar esse sentimento.

Adotar novas tecnologias no RH não significa desumanizar processos. Trata-se de valorizar a capacidade analítica do ser humano, além de colocá-lo em uma posição mais estratégica para o negócio.

Você sabe quais são os riscos e os custos de tecnologias ultrapassadas para as organizações? Leia neste outro artigo como eles impactam na falta de segurança e na tomada de decisões!



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS