Como o setor de cosméticos pode avançar com a gestão estratégica?
BLOG

Como o setor de cosméticos pode avançar com a gestão estratégica?

1 de julho de 2022

O setor de cosméticos vem crescendo significativamente no país. A indústria é responsável pela produção de itens de beleza, cuidados e bem-estar que fazem parte da rotina do brasileiro.

Prova disso é que, de acordo com o provedor de pesquisa Euromonitor Internacional, o Brasil se consolida como um dos grandes mercados de cosméticos no mundo.

Nesse avanço, a pandemia trouxe uma perspectiva positiva para a área. Os empreendedores viram a oportunidade de investir e ampliar a rede de cobertura comercial, diante de oportunidades promissoras.

Segundo um levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o segmento apresentou um crescimento de 5,7% em vendas ex-factory no primeiro quadrimestre de 2021.

Outro ponto importante a ser enfatizado, é o aumento da presença do setor de cosméticos em plataformas de vendas digitais. As restrições de circulação levaram o público a utilizar tais meios para manterem suas práticas de consumo.

Mediante as novas formas de comércio, atrelar as novas tendências de comportamento do público, passou a exigir dos empreendedores melhores expertises de negócio.

A área de cosméticos é fortemente impactada com os avanços tecnológicos de inovação. É por meio desses recursos inovadores, que são desenvolvidos novos produtos para o mercado.

Entretanto, o segmento precisa também estar a par das normas e padrões de sustentabilidade em sua produção – tendo em vista que as empresas precisam cada vez mais fazerem uso das práticas de ESG para elevar o seu desempenho.

Ao longo desse texto, vamos explicar as principais características do setor de cosméticos, compreendendo de que forma a gestão estratégica beneficia a área.

Confira os tópicos que serão abordados:

  • Como atua o setor de cosméticos?
  • Qual a relevância do setor de cosméticos no mercado brasileiro?
  • Quais estratégias podem elevar o desempenho do setor de cosméticos?
  • Qual a importância da sustentabilidade no setor de cosméticos?
  • Como as ferramentas de gestão estratégica podem ser usadas no setor de cosméticos?

Como atua o setor de cosméticos?

Quando falamos em cosméticos, logo é associado o pensamento de que se trata apenas de produtos para a beleza. Embora o conceito não esteja errado, a área vai muito mais além de uma única segmentação.

O setor de cosméticos se caracteriza pela produção de fórmulas para cuidado do corpo humano. Os produtos são feitos para atenderem diversas finalidades, como a pele, sistema capilar, unhas, lábios, etc., tendo o intuito de corrigir ou manter um bom cuidado para tais áreas.

O segmento também é responsável pela fabricação de produtos de higiene pessoal e perfumaria, ampliando ainda mais sua abrangência e produção.

Por ser uma indústria altamente requisitada, cria-se constantemente a necessidade de se investir em pesquisas para o desenvolvimento ou melhorias nos itens para atender a demanda do mercado.

O setor de cosméticos possui uma alta competitividade a nível de empresas globais. De um lado, há indústrias que abrangem todas as áreas do setor, e do outro, aquelas que se especializam em determinada linha de produção, levando à risca os conceitos de faixa etária, gênero e renda.

Embora haja um enviesamento de que os cosméticos estejam relacionados à estética, o setor tem uma atuação diversificada. E é justamente essa pluralidade de atuação que vem fortalecendo ainda mais essa indústria.

Qual a relevância do setor de cosméticos no mercado brasileiro?

Não há como não falar do protagonismo do setor de cosméticos durante a pandemia. As novas formas de consumo impulsionadas pelo isolamento social, levaram ainda mais a utilização dos meios digitais para vendas.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, o Brasil aparece no 3° lugar no ranking global de países que mais lançam produtos anualmente.

A ABIHPEC ainda aponta que entre os anos de 2020 e 2021, o setor de cosméticos movimentou a média de 23.738 bilhões de dólares, ficando atrás apenas de Estados Unidos e China.

Além da perspectiva positiva em relação à economia, o setor de cosméticos possui uma elevada atuação em nível de empreendimentos e oportunidades de emprego.

De acordo com a Catho, plataforma de busca de vagas que conecta candidatos e empregadores, em 2021, cresceram 253% as oportunidades de trabalho em empresas de cosméticos, comparado ao mesmo período no ano anterior.

Por ser um mercado abrangente e ativo na economia, as oportunidades de empreendimentos são promissoras – especialmente com a ampliação dos canais de vendas online, que possibilitam ainda mais o alcance para o público-alvo e divulgação da marca.

Na última década, o setor de cosméticos veio conquistando seu espaço em escala global. A mais recente marca atingiu o 4° lugar dentre os mercados mais consumidores do mundo.

Os números são expressivos e para manter a tendência de crescimento, é necessário estar atento às oportunidades dentro da área.

Quais estratégias podem elevar o desempenho do setor de cosméticos?

Como vimos anteriormente, o setor de cosméticos está no seu melhor momento de desempenho. Seja nos meios físicos, digitais ou até mesmo o figital, as perspectivas apontam para cada vez mais destaque.

Entretanto, com a forte tendência de crescimento para o setor, torna-se crucial investir em uma gestão estratégica para a empresa. Até porque, a partir de um gerenciamento eficiente, é possível direcionar as ações no negócio de forma mais assertiva.

Neste aspecto, a indústria de cosméticos tem avançado mais e mais o seu potencial. Estar atento ao uso de estratégias que podem ser utilizadas, agregando melhorias para área, faz toda a diferença.

Por isso, confira algumas dicas a seguir.

Defina metas e objetivos

É crucial ter em vista onde seu negócio está e até onde pretende chegar. Mesmo diante de um cenário de estabilidade, no qual o setor de cosméticos se encontra, é importante sempre definir qual será o próximo passo.

Seja em nível de produção ou vendas, a partir das definições das metas, ocorre um melhor direcionamento nas tomadas de decisões. Isso impacta em qual o tipo de ação será realizada para atingir aquilo que foi proposto.

Envolva a equipe

É comum que empresas dos mais diversos portes tenham uma extensão de diversos setores. Mas, um grande problema enfrentado é que as áreas não conversam entre si, gerando o famoso termo “falha de comunicação”.

A indústria de cosméticos traz essa característica, já que sua atuação é bastante variada. Envolver a equipe nos projetos possibilita um maior controle do que será desenvolvido pelas áreas, bem como a estruturação de processos.

Ter um time envolvido nos próximos passos da empresa gera um melhor rendimento e produtividade, além de uma maior abertura para novas ideias e projetos.

Faça uma análise de mercado

Uma coisa é certa: através de um estudo de mercado, é possível traçar qual é a demanda do público. Ou seja, isso impacta diretamente na linha de produção e na definição da estratégia a ser utilizada.

No caso dos cosméticos, diversos produtos podem ser ofertados para os clientes, sejam shampoos, cremes, maquiagem, perfumes, entre outros. Ter em mãos uma análise precisa do que mais tem sido requisitado permite um enfoque de ação mais assertivo.

É importante sempre levar em consideração as tendências do mercado, impactando positivamente a empresa, reduzindo custos e direcionando o campo de atuação.

Controle seu estoque

Produzir em escala nem sempre é a melhor saída. Com o aumento dos canais de vendas digitais, controlar o estoque é primordial. Através desse processo, é possível identificar o que tem sobrado e aquilo que precisa de reposição.

A pandemia evidenciou como a falta desse controle impacta as empresas, já que as restrições fizeram com que as organizações tivessem acúmulo de mercadorias.

Para a indústria de cosméticos, isso se torna fundamental para avançar ainda mais o setor. Neste aspecto, ter a segurança do que já foi produzido permite que a organização explore novas vertentes no mercado, expandindo assim seu campo de atuação.

Atenda as novas tendências

Os padrões de compra dos clientes mudaram. Aqueles que antes buscavam os espaços físicos, passaram a usar o meio digital para viabilizar o seu consumo. De acordo com 44° edição do Webshoppers, em 2021, 19% dos clientes chegaram até a loja que desejam através das redes sociais.

No setor de cosméticos, os novos hábitos puderam ser sentidos com força nos últimos dois anos. Isso evidenciou um aumento significativo nas redes, bem como a presença nas plataformas de e-commerces e marketplaces.

Por isso, para garantir o desempenho do setor, atender as novas demandas do público assegura um maior contato com o cliente. Essa aproximação promove a fidelização e recomendações, ampliando a rede de consumidores.

Esses passos são importantes para o andamento do negócio. A partir dessas medidas, os resultados poderão ser obtidos de forma ágil e duradoura, bem como alinhado à adesão de práticas sustentáveis.

Qual a importância da sustentabilidade no setor de cosméticos?

Outra pauta importante quando se fala sobre o setor de cosméticos é a redução de impactos ambientais. A área chama a atenção por estar fortemente ligada à produção de embalagens e o uso de substâncias químicas em seus produtos.

Para a indústria de cosméticos, praticar a sustentabilidade agrega benefícios significativos em ambas as partes: fornecedor e consumidor.

Aderir a escolha de materiais sustentáveis implica em ganhos na formação de um modelo de negócio menos prejudicial – além de contribuir de forma significante para a natureza.

As empresas de cosméticos que estão engajadas na busca pela sustentabilidade, bem como as que se adequam a essa vertente, ganham mais visibilidade. Essa vem sendo uma estratégia benéfica para a área, que atribui ganhos de forma simultânea e efetiva.

Como as ferramentas de gestão estratégica podem ser usadas no setor de cosméticos?

Para um setor em forte crescimento como o de cosméticos, as ferramentas de gestão são mais uma garantia de continuidade no desempenho do segmento.

É importante ressaltar que o mercado para o empreendedor possui altos e baixos. A grande diferença em como lidar com tal situação está em como anda o gerenciamento do seu negócio.

Mediante a tal constatação, o setor de cosméticos apresenta anualmente resultados promissores. Por isso, ao aderir um sistema de gestão eficiente, é possível garantir a execução de todas as estratégias de gerenciamento de forma assertiva.

Isso permite uma administração mais saudável e ampliação de novas vertentes a serem trabalhadas. Uma sugestão para a execução dessas ações no setor de cosméticos é o ERP.

Ao implementar a ferramenta na empresa, é obtido um maior controle do fluxo de trabalho, auxiliando, desta forma, na tomada de decisões. O software permite uma melhor comunicação entre as áreas, orientando as próximas ações de gerenciamento.

Ficou interessado nos benefícios do ERP, e não sabe onde encontrar? A Cast, pode te ajudar!

Com 30 anos de mercado, a Cast group é uma empresa brasileira voltada para o desenvolvimento de tecnologia e automação, atuando com consultorias e soluções de TI a TA e outsourcing de desenvolvimento, aplicações e infraestrutura, sendo uma das principais parceiras da empresa alemã SAP – uma referência mundial do tema.

Visite o site da Cast e saiba mais sobre os nossos serviços.

Conclusão

Ao longo do texto, pudemos ver o tamanho da relevância do setor de cosméticos no Brasil. Com as tendências positivas de crescimento, é fundamental ter conhecimento de tudo aquilo que pode ser implementado para trazer melhorias para a área.

Ter em consideração atender as demandas de mercado e os novos padrões de consumo, são estratégias cruciais para garantir o desenvolvimento do setor. E, por isso, a gestão estratégica é a principal aliada nesse processo.

Se você gostou deste texto, compartilhe nas redes sociais e não deixe de conferir os outros artigos em nosso blog.

 



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS