Como usar a inteligência competitiva para expandir seu negócio
BLOG
Gestão Empresarial

Como usar a inteligência competitiva para expandir seu negócio

19 de janeiro de 2022

O mercado de trabalho, como um todo, está cada vez mais competitivo, e essa afirmação não é segredo para ninguém. Produtos inovadores, tecnologias avançadas, mais vendas e lucro já são a realidade de algumas empresas, porém não de todas. Isso porque, para alcançar os resultados almejados, a implementação de uma inteligência competitiva (IC) de negócios precisa ser aperfeiçoada, garantindo que algumas operações estejam na liderança de seus setores, enquanto as que não se adequam a essa realidade acabam ficando para trás.

Uma das grandes vantagens da inteligência competitiva é saber o que seus concorrentes estão fazendo, e elaborar estratégias para estar sempre um passo à frente. Grandes corporações criam departamentos inteiros apenas com o intuito de estudar o mercado e seu público, com auxílio de programas de captação de dados, de forma a reunir informações valiosas.

A tendência da competitividade empresarial sempre existiu mundialmente, e no Brasil também está presente. De acordo com uma pesquisa realizada pela FIA Employee Experience 2020 (FEEx), com 150 mil funcionários de mais de 300 empresas em todo o território nacional, a cultura corporativa mais comum entre as empresas brasileiras é a que incentiva a competição entre os concorrentes. Quando questionados, 27% dos funcionários que participaram do levantamento alegaram que preferem estar em uma empresa que siga a premissa da disputa, até como forma de realização pessoal por fazer parte de uma corporação de liderança no mercado. Em seguida, vieram colaboradores que preferem estar em uma empresa de cultura idealista, com engajamento em causas humanitárias e sociais (15%) e nas que possuem uma cultura organizacional amistosa e familiar (14%). 

A importância da inteligência competitiva como estratégia

A inteligência competitiva consiste em fazer uma análise preditiva de dados sobre os concorrentes e o mercado no qual atuam, averiguando tendências, estratégias, falhas e vantagens. Dessa forma, entendemos que é uma maneira de se antecipar aos fatos e criar soluções de forma proativa, não somente observando dados comportamentais e macroeconômicos, mas também atuando previamente na gestão empresarial. Enquanto muitas empresas ainda esperam que o mercado aconteça naturalmente, outras investem na área de interesse e se adiantam em mudanças, possíveis crises e até mesmo ditam as regras para os demais setores. 

Algumas das vantagens de uma inteligência competitiva eficaz:

  • Monitorar as mudanças do seu setor de atuação, elaborando formas de se posicionar melhor;
  • Prever ações da concorrência e estar preparado para esses movimentos;
  • Conhecer quais as fraquezas do mercado e estar ciente das ameaças futuras;
  • Encontrar novas formas de crescimento com base em estudos de mercado;
  • Estabelecer melhores argumentos de vendas;
  • Comparação com os concorrentes, suas estratégias e resultando, captando pontos de melhoria;
  • Decisões estratégicas assertivas.

Algumas das fontes de informação das estratégias de inteligência competitiva são a participação em feiras e eventos, onde geralmente são apresentados os principais lançamentos de cada setor, relatórios financeiros e formulários S1 públicos, relatórios da indústria, feedback de clientes e utilização das mídias sociais, para ver o que está sendo discutido sobre o assunto. Afinal, para coletar esses dados, é importante cruzar informações de fontes diferentes, de forma a ter uma resposta muito mais detalhada e abrangente. Além disso, depender de apenas uma fonte de dados abre mais probabilidades de informações incorretas ou sem comprovação.

Também é importante direcionar os recursos adequados para atuarem de modo dedicado à gestão estratégica. Em algumas empresas, a responsabilidade fica a cargo da equipe de marketing, enquanto outras possuem áreas somente para pesquisa e desenvolvimento. Os profissionais destinados a essa função devem ser pessoas de perfil analítico, com boa percepção de dados de mercado, que incluem tamanho, crescimento, territórios em operação e dados demográficos dos clientes.

As maiores empresas do mundo utilizam essas estratégias antes de lançar novos produtos no mercado. Em pesquisa realizada pela Crayon sobre inteligência competitiva nos Estados Unidos, dados apontaram que apenas 6% das corporações não possuíam uma pessoa específica para coletar informações de inteligência. O mesmo estudo informou que 90% dos entrevistados sentiram que seu nicho de mercado se tornou mais competitivo em um período de três anos.

Qual a diferença entre inteligência competitiva, inteligência de mercado e inteligência de negócios

Enquanto a IC faz toda a parte de coleta e análise de dados da empresa e concorrentes, a inteligência de negócios (business intelligence ou BI) é utilizada para denominar quais as ferramentas de tecnologia que podem ser utilizadas para auxiliar na coleta dos dados. Por sua vez, a inteligência de mercado foca em soluções a curto prazo, analisando comportamentos de compra para criação de novos produtos e crescimento da participação mercadológica. A diferença da última para a IC, está no fato de que essa além de avaliar as soluções e de mercado para aquele período, também foca a médio e longo prazo. 

Existe ainda o benchmarking, que é uma ferramenta de comparação de produtos, serviços e práticas empresariais. 

Soluções analíticas Cast Group

Visto que o mercado evolui em uma velocidade constante, e a inteligência competitiva deixou de ser algo opcional para se tornar primordial, é necessário trazer cada vez mais soluções para se manter atualizado.

Utilizando o Big Data, área de conhecimento que trata, obtém e analisa informações a partir de conjuntos de dados, a Cast Group apresenta sistemas de soluções analíticas capazes de alavancar seu potencial e trazer mais resultados. 

Com esse recurso, é possível obter relatórios em tempo real, com funcionalidades simples e associativas, com insights instantâneos. Corporações com grande volume de dados podem utilizar ferramentas de business intelligence para apoiar seus planos, metas e estratégias de negócios, automatizando diversos processos que antes demandavam horas de serviço.



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS