Como utilizar assistentes virtuais para aumentar a lucratividade da empresa?
BLOG
Gestão Empresarial Inovação

Como utilizar assistentes virtuais para aumentar a lucratividade da empresa?

10 de dezembro de 2019

Ter alta lucratividade é um dos maiores objetivos de todas as empresas, independentemente de porte. Por isso, investir em novas tecnologias, como os assistentes virtuais, é sempre uma boa ideia para se tornar uma organização inovadora e produtiva.

Tendo em vista que os assistentes virtuais melhoram o atendimento e automatizam tarefas, pode-se dizer sim que eles aumentam os lucros das companhias. Além do mais, representam uma grande tendência para os próximos anos nas organizações.

De acordo com informações publicadas em uma reportagem da revista Veja, até o ano de 2025, a profissão de operador de telemarketing deve desaparecer, por exemplo. Isso deve acontecer porque a inteligência artificial está substituindo os humanos, no atendimento aos clientes.

Veja 7 formas de utilizar assistentes virtuais para aumentar a lucratividade

Para aumentar a lucratividade, as empresas podem investir em assistentes virtuais para diversas finalidades. Elaboramos uma lista com algumas formas de utilização que já são vistas em muitas organizações contemporâneas. Acompanhe!

1. Chatbots no atendimento

Os chatbots são uma espécie de inteligência artificial que consegue simular diálogos, como se fosse realmente um ser humano. Existem ferramentas desse tipo que podem ser implementadas em chats de sites e aplicativos de troca de mensagens, como o Facebook Messenger e o WhatsApp.

Dessa maneira, por exemplo, um hotel pode disponibilizar esse serviço, para que os hóspedes solicitem reservas. Os assistentes virtuais podem nortear o cliente para que escolha o apartamento desejado, faça o pagamento, selecione a data da utilização etc. Assim, o estabelecimento não precisa ter uma secretária atendendo ligações 24 horas por dia.

A Cast group já desenvolveu seu próprio chatbot. Trata-se do “Fale com Cody”, um serviço de comunicação interna, criado para colaboradores com intuito de suporte para troca de senhas de rede/e-mail, foi desenvolvido utilizando o sistema de inteligência artificial IBM Watson.

2. Identificação de objetos

Em lojas varejistas, no setor de estoque das empresas, em canteiros de obras da construção civil, no chão de fábrica, entre outros tipos de empresa, a identificação de objetos é importante.

Onde já encontramos exemplos com mais frequência no desenvolvimento de soluções desse tipo, é na utilização por colaboradores no chão de fábrica, para identificar o uso dos equipamentos de proteção individuais (EPI) de forma automatizada.

Sabendo da importância que o uso de EPIs tem para evitar acidentes de trabalho, que além de causar danos ao trabalhador, gera prejuízos para a companhia, esse tipo de inteligência é fundamental. Afinal, ter uma boa lucratividade também significa se precaver de gastos desnecessários.

3. Gerenciamento de calendário

Os assistentes virtuais também podem ser utilizados para fazer o gerenciamento de calendários na empresa. A ideia é que você anote os compromissos na agenda e seja notificado quando uma reunião importante se aproxima, por exemplo.

Um assistente virtual examinará o seu diário e calendário, criando uma lista de tarefas que devem ser feitas, em ordem prioritária. Eles também garantirão que você tenha o equilíbrio certo entre realizar o trabalho e iniciar novos projetos, para garantir que se tenha sempre um fluxo constante de atividades.

4. Publicação automática em mídias sociais

Hoje em dia, ter presença nas redes sociais é importante para o marketing de qualquer negócio. Por isso, fazer publicações nesses canais, em horários estratégicos, é muito relevante.

Um assistente virtual pode postar em seus canais de social media, para garantir que o seu público e a sua base de clientes estejam sempre atualizados com notícias recentes e ofertas da empresa.

Para isso, o responsável pelo marketing da empresa pode criar as publicações e agendá-las, para que a publicação ocorra de forma automática. Isso evita que ocorra o esquecimento de fazer determinada publicação, por exemplo.

5. Substituição de colaboradores

É claro que nem todas as funções podem ser substituídas por inteligência artificial e machine learning, mas há sim áreas das empresas que não têm prejuízo nas entregas quando os humanos são substituídos por robôs. É o caso do setor de reservas dos hotéis, como citamos anteriormente e inúmeros call centers e centrais de atendimento, desta forma os colaboradores já contratados podem ser realocados para funções mais estratégicas.

A contratação de assistentes virtuais aumenta a lucratividade porque é mais econômica do que a admissão de funcionários que realizem as mesmas atividades em tempo real. Geralmente, você paga apenas uma mensalidade fixa para usar determinado programa ou então pelas horas de uso.

E neste caso ainda, você não precisará ter gastos com equipamentos, uniformes, salários, férias, etc. Também não se corre o risco de qualquer imprevisto que o impeça de trabalhar.

6. Foco nas atividades estratégicas

Como empresário ou gestor de uma empresa, você provavelmente tem muitas decisões estratégicas a serem tomadas. Por isso, não pode nem cogitar perder horas de um dia realizando atividades burocráticas, não é mesmo?

Com a correta aplicação dos assistentes virtuais é otimizado os processos da empresa. Não será necessário demandar muito tempo para realizar tarefas operacionais, uma vez que isso será terceirizado para os robôs. Assim sendo, uma das formas de utilizar as assistentes virtuais para aumentar a lucratividade é poder ter mais foco de funcionários em atividades estratégicas do negócio.

7. Organização de e-mails

Os e-mails são um dos principais meios de comunicação em qualquer negócio. No entanto, há dúvida de que as caixas de entrada também podem demandar muito tempo para serem organizadas, considerando ainda a grande quantidade de spans recebidos diariamente.

Ter um assistente virtual cuidando dos seus e-mails, fazendo uma triagem do que é importante e o que pode ser arquivado, por exemplo, faz a produtividade do seu dia ser aprimorada. Isso se justifica porque você não perderá tempo monitorando, validando ou respondendo mensagens desnecessárias ou que ainda, não deveriam estar em sua caixa de entrada.

Com os e-mails organizados e filtrados, você poderá se dedicar a responder aqueles que realmente são relevantes para a sua empresa, como propostas de orçamentos enviadas pelos clientes.

Os assistentes virtuais, em suma, geram muita produtividade e lucratividade para as empresas. Essa é uma tendência que deve crescer muito nos próximos anos e, se investir nisso agora, sua empresa sairá na frente da concorrência.

Além das assistentes virtuais, outra estratégia que traz mais lucros para os negócios, é a governança fiscal. Saiba mais em nosso artigo sobre esse tema!



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS