Como o RH pode personalizar a experiência do colaborador?
BLOG
Recursos Humanos

Como o RH pode personalizar a experiência de cada colaborador?

3 de julho de 2020

A boa experiência do colaborador tem se tornado indispensável para as empresas que desejam aumentar a produtividade de suas equipes, promover um ambiente de trabalho saudável, além de encontrar e reter talentos.

O sucesso de qualquer organização se deve às pessoas que trabalham nela, ou seja, depende do quanto estão motivadas e engajadas com o propósito do negócio. Por isso, o RH deve personalizar a experiência de cada colaborador.

Essa personalização vem de um conceito que as corporações conhecem bem, o User Experience (UX), ou experiência do cliente. Saiba como ocorre a adaptação dele para o colaborador e os impactos na empresa!

Por que o conceito de experiência do cliente cresce na área de Recursos Humanos?

Para quem não trabalha diretamente com gestão de recursos humanos, nem sempre é fácil assimilar o colaborador a um cliente. Contudo, ele é!

Funcionários também são clientes, mas internos. Quando são bem capacitados e estão envolvidos com a organização, fazem com que ela cresça de maneira contínua e saudável ― da mesma maneira que os clientes externos.

O novo modo de tratar os colaboradores se deve à mudança de perfil dos consumidores, que estão mais exigentes e bem informados. Desejam experiências personalizadas, o que demanda um maior envolvimento com a marca.

Quando voltamos nosso olhar para os profissionais, também observamos uma transformação ao longo do tempo. Eles já não desejam viver para trabalhar ou permanecer décadas na mesma empresa fazendo o que não dá prazer.

O que uma boa experiência do colaborador oferece à companhia?      

Um gestor de vendas afirmará que a oferta de boas experiências aos clientes é capaz de aumentar a fidelidade, as receitas e até a participação de mercado da companhia, portanto, imagine isso aplicado aos funcionários da organização.

A experiência do colaborador pode contribuir para o bem-estar de cada indivíduo, bem como diminuir os custos e desgastes causados pela alta rotatividade, problemas de saúde e até desentendimento entre as pessoas.

Note que as contribuições citadas são importantíssimas para o clima organizacional ― e essenciais para garantir resultados cada vez mais positivos. Por esse motivo, as empresas que investem em estratégias de experiência do colaborador são vistas no mercado como as melhores para trabalhar.

Pesquisa da Forbes Brasil mostra o que elas têm em comum:

  • Reputação;
  • Salários competitivos;
  • Bons pacotes de benefícios;
  • Oportunidades de plano de carreira;
  • Investimento na força de trabalho;
  • Senso de comunidade.

O investimento na experiência do colaborador promove resultados surpreendentes. O relatório Gallup Q12 confirma isso: empresas com força de trabalho altamente engajada rendem 21% mais que as outras.

Essa constatação faz com que os gestores das empresas líderes direcionem esforços para personalizar a experiência de cada colaborador ― comparável ao que ocorre com o cliente externo. Chama-se esse movimento de hiper-personalização.

Como personalizar a experiência de cada colaborador?

Em um passado não muito distante, as empresas entregavam experiências para os seus funcionários a partir de uma visão limitada de fatores demográficos. Entretanto, a força de trabalho está mais complexa do que nunca.

O RH precisa considerar que os colaboradores não formam um grupo homogêneo, pois cada indivíduo possui suas características. Também há diferenças entre as jornadas de trabalho, gerações e regionalidades.

Sendo assim, para personalizar a experiência de cada colaborador, o RH precisa fazer algumas escolhas certas. São elas:

Respeitar a opinião dos funcionários

Os colaboradores sabem quais experiências aumentam seu engajamento e produtividade. Por isso, elabore e aplique uma avaliação 360 para levantar as demandas mais desejadas.

Usar dados e promover uma escuta social

Dados dos profissionais da companhia, que vão além dos demográficos, revelam informações mais precisas para personalizar a experiência de cada colaborador ― como preferências, necessidades e expectativas.

A escuta social é uma excelente maneira de obter esses dados. Sites como Glassdoor ajudam a entender as percepções dos trabalhadores ― essenciais para iniciar estratégias personalizadas.

Investir em tecnologias inovadoras

Há uma série de ferramentas que simplificam processos. Elas estimulam a colaboração interna, automatizam atividades repetitivas, fornecem informações precisas de modo rápido e monitoram o funcionário para melhorar sua produtividade.

Nesse sentido, o software SAP SuccessFactors possui diversas ferramentas complementares que otimizam a maneira como o RH pode personalizar a experiência de cada colaborador.

De que maneira SAP SuccessFactors pode ajudar a sua empresa?  

SAP SuccessFactors é um ecossistema composto por ferramentas que potencializam ganhos para o negócio em geral por meio de uma eficiente gestão de recursos humanos. Ele coloca o colaborador no centro dos processos ― acompanhando-o desde o recrutamento.

No começo do ciclo de vida do funcionário, SAP SuccessFactors consegue personalizar a experiência de cada colaborador por meio da ferramenta Onboarding, que diminui o tempo de integração e acelera seu desenvolvimento a partir de ações que envolvem pessoas, processos e produtividade.

Para que a experiência do colaborador seja realmente personalizada, SAP SuccessFactors possui a Employee Central. Trata-se de uma solução que possui recursos de autosserviço ― para que os profissionais de sua companhia tenham rápido acesso a dados e informações, como holerite e folha de ponto.

Já a ferramenta SAP SuccessFactors Performance & Goals alinha a estratégia organizacional aos objetivos, permitindo identificar o momento certo de aderir a uma oportunidade de crescimento. Isso ocorre pela melhora contínua da força de trabalho com a ajuda de coaching, mentoring e feedbacks.

A experiência personalizada do colaborador requer ainda o desenvolvimento de líderes por meio de programas de sucessão. Por isso, com SAP SuccessFactors Succession and Development você avalia, identifica, aprimora, engaja, motiva e retém os talentos para que eles sejam os sucessores mais bem preparados.

Essas e outras ações proporcionam uma boa experiência aos funcionários, garantindo a alta performance desejada e a retenção daqueles que estão mais comprometidos com o resultado da organização. O engajamento alcançado é essencial para otimizar os processos internos e impactar positivamente outro público: o externo.

Quando o RH consegue personalizar a experiência de cada colaborador, o consumidor sente melhora na qualidade dos serviços prestados e produtos oferecidos. Esse é um ciclo importante de ser cumprido para que a sua companhia se destaque ainda mais no mercado em que atua, além de conquistar mais um diferencial competitivo.

Com equipes compostas por indivíduos tão diferentes, você pode incentivar a formação de times multidisciplinares para a resolução dos mais diferentes problemas. Leia nosso artigo para saber como gerenciá-las de modo inteligente!



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS