Gamificação para gerar engajamento nas equipes
BLOG
Recursos Humanos

Gamificação para gerar engajamento nas equipes

19 de maio de 2020

Os níveis de interesse e motivação dos colaboradores são determinantes para alcançar os objetivos desejados pela organização. No entanto, envolvê-los não é uma tarefa simples e corriqueira. Por isso, você deve conhecer estratégias diferenciadas, como a gamificação, para gerar engajamento nas equipes.

A gamificação é uma prática alinhada à nossa realidade, na qual os conteúdos são consumidos de modo mais dinâmico. Ela permite acesso a uma abordagem nova, interativa e desafiadora — diferentemente das formas tradicionais de aprender, como as aulas expositivas.

Este artigo mostra como a gamificação é a prática mais eficiente para gerar engajamento nas equipes da sua empresa. Acompanhe!

O que é gamificação?

Líderes e gestores enfrentam constantemente o desafio de aumentar os níveis de interesse e motivação dos seus colaboradores. Contudo, percebem que nem sempre as equipes estão familiarizadas com os papéis, as responsabilidades e os conceitos de cada projeto.

Uma maneira eficiente de resolver essa questão e gerar engajamento nas equipes está na gamificação, prática que utiliza mecânicas de jogos em contextos reais. Ao invés de participar de atividades monótonas para aprender sobre liderança, o colaborador pode absorver o mesmo conteúdo de outra maneira.

A gamificação possui alguns elementos básicos. São eles:

  • Personalização: cada jogo ou sistema gamificado é feito de acordo com os objetivos da empresa e as necessidades dos colaboradores.
  • Regras: direcionam o comportamento dos usuários para o que se deseja.
  • Objetivos: alinhado com o que a empresa necessita.
  • Pontuação: estimula o colaborador a avançar na dinâmica e perceber que está progredindo.
  • Recompensa: faz o esforço valer a pena.

Competir faz parte do instinto humano, portanto ele pode ser usado para gerar engajamento nas equipes da sua empresa.

Como funciona a gamificação nas empresas?

A gamificação pode fazer parte de diversas estratégias da corporação, desde o programa de onboarding até os treinamentos que visam aumentar os indicadores de produtividade das equipes.

O objetivo dessa prática será sempre o estímulo das características inerentes aos seres humanos, como trabalhar em equipe, competir, desejar crescer na organização ou se sentir realizado.

Sendo assim, a gamificação pode ser usada para gerar e aumentar o engajamento nas equipes, fazendo com que os colaboradores participem mais das atividades diárias. Essa prática também pode ser aplicada na melhoria do clima organizacional, elevando a moral da equipe e gerando satisfação em todos.

Caso a sua companhia necessite, a gamificação contribui ainda para ações de fidelização à marca. Elas fazem com que os colaboradores tenham um sentimento maior de pertencimento e se sintam ainda mais orgulhosos por fazerem parte do time formado pelos profissionais da organização.

Outra possibilidade é o estímulo de uma concorrência saudável, incentivando uma produtividade cada vez maior e melhor. Se preferir, há como aplicar a gamificação na melhora do trabalho em equipe por meio da otimização da comunicação interna e do senso de colaboração entre os funcionários.

Até as vendas podem ser turbinadas com a aplicação da gamificação. O colaborador que mais vender em determinado período pode ser recompensado com uma viagem, smartphone, prêmio em dinheiro, folgas ou o que a criatividade da sua empresa permitir oferecer.

De que maneira isso gera engajamento nas equipes?

Listamos os principais benefícios a seguir:

Deixa o ambiente mais descontraído e produtivo

A gamificação cria uma atmosfera diferente no ambiente de trabalho. A competição que ela estimula se torna saudável e divertida para todos! Desse modo, as pessoas podem melhorar o humor e aumentar o foco nas tarefas e objetivos.

Desperta mais interesse nas equipes

O desinteresse dos colaboradores e a falta de envolvimento deles com os objetivos da empresa estão entre os males que afetam a rotina de diversas organizações — independentemente do porte e setor.

Promove maior integração entre os colaboradores

Algumas estratégias de gamificação possuem foco no desempenho individual, enquanto outras estimulam o trabalho em equipe.

Há bons exemplos de gamificação no mercado?

Sim, a gamificação é um conceito que já faz parte das organizações há algum tempo, mas os avanços tecnológicos permitiram um uso mais personalizado e democrático — inclusive por empresas menores.

Dos exemplos vindos do mercado, e que podemos citar, a Google possui um programa para gerar engajamento nas equipes em relação ao controle de despesas de viagem.

Na dinâmica da empresa norte-americana, os colaboradores são incentivados a acompanhar essas despesas e fazer com que sejam menores. O fator motivador desta ação está no seguinte: cada centavo economizado é pago para os funcionários!

Já a Domino’s, famosa por suas pizzas, utiliza a gamificação para manter os seus colaboradores atualizados sobre o menu. Para tal, implementou elementos como pontos, conquistas e níveis nos programas de treinamento.

Os colaboradores da Domino’s ainda aprendem de modo mais rápido e preciso todo o processo de elaboração das receitas ― inclusive as novas.

Quais os passos para aplicar estratégias assim?

A gamificação, com o objetivo de gerar engajamento nas equipes, demanda bastante planejamento. Caso não ele seja feito, não haverá metas preestabelecidas, muito menos indicadores capazes de medir os resultados. Em outras palavras, todo e qualquer investimento, nesse sentido, será em vão!

Veja o passo a passo para aplicar a gamificação:

1. Identificar o problema

Trata-se da compreensão em torno de qual aspecto cada equipe necessita ser engajada. É para o desenvolvimento de soft skills? Ou para aprender a utilizar uma nova ferramenta? Questione os colaboradores.

2. Definir metas

Assim que o problema é identificado, você necessitará definir metas. Elas são essenciais para avaliar diferentes soluções que podem ser aplicadas.

3. Compreender os colaboradores

Parece óbvio, mas não é. Quando você conhece bem os colaboradores, identifica quais são as preferências, limitações e potenciais deles, permitindo criar uma solução completamente personalizada e, principalmente, atrativa para esse público.

4. Criar e divulgar a estratégia

As informações obtidas até aqui são suficientes para que seja criada a estratégia de gamificação. Um brainstorming pode ser feito para obter mais ideias.

Também chega o momento de divulgar a atividade, despertando o interesse e, consequentemente, o engajamento nas equipes.

5. Medir os resultados

Não se esqueça de medir constantemente os resultados. São eles que mostram a evolução e o nível de envolvimento dos colaboradores em cada atividade proposta.

A gamificação faz parte do processo de transformação digital pelo qual as empresas vêm passando. Por isso, é fundamental acompanhar a gestão dos colaboradores e o nível de engajamento nas equipes por meio de ferramentas inteligentes.

A Cast group possui um pacote completo e integrado de soluções para organizações de diversos tamanhos, setores e regiões, que realizam desde transações básicas de RH até o gerenciamento completo dos talentos corporativos. Fale conosco!



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS