Internacionalização: 5 vantagens de expandir seu negócio para o exterior
BLOG
Gestão Empresarial

5 vantagens de expandir seu negócio para o exterior

21 de março de 2022

Com a alta do dólar e mercados mais atrativos no exterior, expandir o negócio tem sido uma alternativa estratégica entre muitas empresas brasileiras, que passam a atuar com seus serviços e produtos em terras internacionais.

E isso não se resume unicamente ao Comércio Exterior. Estamos falando também de empresas que se internacionalizam, e passam a explorar mercados externos e se estabilizam em outras nações.

Mas, apesar de as oportunidades serem quase sempre promissoras, é importante ressaltar que expandir seu negócio para o exterior requer muito planejamento, organização e investimentos.

Portanto, se quer algumas dicas sobre o tema, não deixe de conferir o texto até o final e tome nota de alguns pontos fundamentais inerentes a este processo. 

Vamos começar?

Quais as vantagens da internacionalização de seu negócio?

Em muitos negócios, o mercado internacional pode ser bastante atrativo para algumas empresas e por diferentes motivos. Mas é bom reforçar que isso nem sempre é uma regra e que toda organização deveria tentar expandir internacionalmente.

Pelo contrário! Como veremos mais à frente, trata-se de um processo de muito estudo, planejamento e análise, justamente para entender as oportunidades e para definir se, de fato, vale a pena levar seus negócios para outro país ou investir mais no mercado interno.

Porém, de uma forma geral, quando se observa uma oportunidade lá fora, podemos destacar alguns fatores que impulsionam essa decisão e que, consequentemente, são mais vantajosos para a empresa, tais como:

  • moedas internacionais mais valorizadas;
  • mercados mais amplos e flexíveis;
  • poder de compra maior da população;
  • capacidade tecnológica mais avançada;
  • tributação mais flexível;
  • menor custo de produção;
  • incentivos fiscais de outros países.

E o que levar em consideração ao expandir seu negócio para o exterior?

Como bem destacamos, levar seu negócio lá para fora pode sim ser uma excelente alternativa e gerar ótimos resultados para a sua empresa, desde que seja realizado o devido planejamento estratégico.

E para que isso se torne um fator de decisão, nós separamos alguns pontos essenciais que precisam ser levados em consideração em qualquer tentativa de internacionalização de negócios. Confira!

1. Realize uma pesquisa prévia

Antes de expandir o seu negócio para o exterior, é imprescindível que você “mapeie o terreno” previamente e isso pode ser feito através de pesquisas e análises gerais. Dessa forma, é fundamental que este processo de avaliação aborde alguns pontos importantes para o negócio e para a estratégia de internacionalização, como as oportunidades existentes, os riscos inerentes, a viabilidade e as previsões. Além disso, trabalhe sempre com uma base de dados e estatísticas reais na pesquisa.

2. Conheça e explore o seu novo mercado

Este fator é algo fundamental ao se expandir o seu negócio para o exterior, pois, em muitos casos, os gestores costumam comparar o mercado interno e internacional, sem levar em consideração questões culturais e hábitos.

Em outras palavras, nem sempre o que dá certo no Brasil, necessariamente vai funcionar do mesmo jeito lá fora, mesmo que haja oportunidades visíveis. Dessa forma, é muito importante analisar a dinâmica do mercado exterior, conhecer os desejos e dores do consumidor, seus hábitos de consumo e, se preciso, adaptar seus produtos e serviços para atender a essas novas necessidades.

3. Consulte a legislação local

Um outro ponto de extrema importância ao se expandir o negócio para o exterior se refere às questões legais do país. Afinal, as leis, obrigações, regras, tributação, entre outros fatores, também são muito variáveis e podem tanto ser mais vantajosas, como gerar riscos para a implementação da empresa no local.

Por esse motivo, é fundamental avaliar cada detalhe, de preferência com acompanhamento de advogados e especialistas locais, para entender tudo o que é necessário, os custos deste processo, tempo e viabilidade.

4. Analise a capacidade logística

Uma das formas de expandir seu negócio é investir no Comércio Exterior, ou seja, com exportações de seus produtos e serviços internos. Nesse caso, é fundamental avaliar a capacidade logística e investir em parcerias com operadores especializados, que viabilizem os processos entre os países envolvidos.

E quando falamos em capacidade logística, isso não se resume unicamente ao transporte. É preciso considerar, por exemplo, a capacidade tecnológica da gestão, na infraestrutura de armazenagem, na capacitação da mão de obra responsável, nos conhecimentos alfandegários e assim por diante.

5. Participe de eventos e feiras internacionais

Construir um network é um fator-chave na ideia de expandir seu negócio para o exterior e, consequentemente, pode trazer bons frutos e parcerias para este processo.

 

Uma forma de tornar isso uma realidade é participar de eventos e feiras, que contem com a participação de representantes e de empresas que já atuam lá fora, justamente viabilizando as oportunidades de contato, troca de experiências e, claro, de novos negócios.

Quais os riscos da internacionalização do seu negócio?

Assim como em qualquer ação estratégica, expandir o seu negócio para o exterior também pode trazer riscos e até resultados negativos para a empresa. Por isso, é fundamental reforçar todos estes pontos citados até aqui como essenciais para esse processo de planejamento.

No entanto, mesmo assim, diversos fatores devem ser atentados, tais como: 

  • mudanças políticas e econômicas no país;
  • tributação especial para empresas estrangeiras;
  • variação cambial;
  • questões culturais, tradicionais e hábitos de consumo local.

Quais as possíveis consequências da internacionalização do negócio?

Sabidos os possíveis riscos da internacionalização do seu negócio, podemos destacar também algumas consequências viáveis que este processo pode agregar à sua empresa, em caso de sucesso lá fora.

Dessa forma, podemos citar:

  • aumentos no faturamento e com base de cálculo em outras moedas;
  • expansão de novos mercados e oportunidades;
  • valorização da imagem e da marca;
  • maior referência no mercado;
  • novas parcerias a nível global;
  • possibilidade de incentivos e vantagens comerciais por parte de governos e mercados lá fora;
  • intercâmbio cultural entre os colaboradores;
  • crescimento do negócio como um todo.

Em resumo, essas são algumas dicas sobre como expandir seu negócio para o exterior com mais planejamento e organização, e quais os riscos e possíveis consequências positivas do processo.

Curtiu o post? Se quer ficar por dentro de outras dicas interessantes para o seu negócio, não deixe de acompanhar as novidades do Blog da Cast group e não perca as próximas publicações. Até lá!



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS