Novos conceitos e tecnologias digitais que irão transformar o setor financeiro em 2020
BLOG
Fiscal

Novos conceitos e tecnologias digitais que irão transformar o setor financeiro em 2020

21 de janeiro de 2020

O setor financeiro vem passando por diversas transformações nos últimos anos. Com todas as mudanças trazidas pela transformação digital, surgiram novos conceitos e tecnologias que afetam diretamente a forma como as transações financeiras são realizadas.

As organizações de serviços financeiros mudaram seu foco de negócios para uma visão mais digital, pois a tecnologia mudou a maneira como as empresas e os consumidores conduzem os negócios. Os clientes que são nativos digitais ou possuem conhecimento tecnológico esperam que a tecnologia tenha um papel importante na forma como negociam com seus bancos, fornecendo serviços e ofertas em uma escala muito além do tradicional.

Para lidar com a mudança nas expectativas dos clientes, as organizações de serviços financeiros adotaram a tecnologia de todas as formas – desde aplicativos móveis até processos de negócios baseados na nuvem que mudaram drasticamente a interação com os clientes.

Essa transformação digital foi uma mudança radical em um setor que tradicionalmente não era conhecido por seu foco na satisfação do cliente. Hoje, as organizações de serviços financeiros são mais centradas no cliente – afinal, a tecnologia também facilita muito a troca de bancos por clientes insatisfeitos.

Mas quais são os novos conceitos e tecnologias digitais que vão transformar o setor financeiro em 2020? As empresas brasileiras precisam acompanhar de perto essas mudanças para manter-se sempre atualizadas.

Novos conceitos e tecnologias do setor financeiro

1. Expansão dos serviços prestados

As instituições financeiras estão saindo da visão tradicional dos seus serviços – que era baseada nos arranjos de pagamento. Com os novos conceitos e tecnologias digitais, tornou-se possível ampliar as atividades e englobar uma visão mais social e emocional. Na prática, surgem novos serviços para proporcionar uma experiência mais positiva aos clientes.

2. Bank as Service (BaaS)

O conceito de Bank as Service (BaaS) tira das mãos dos bancos todo o poder sobre as transações financeiras. Trata-se de uma solução que permite que qualquer empresa ou instituição tenha o seu banco, com a sua marca e o seu modelo de negócios.

Ou seja, não é mais preciso recorrer a um banco para ter acesso a conta de pagamento, cartão pré-pago e de crédito, saque, depósito, transferência, pagamento de contas, entre vários outros serviços. Todas essas operações são feitas por meio de plataformas digitais que simplificam a vida dos clientes.

3. Inteligência Artificial (IA)

A automação promove a substituição de humanos por máquinas para executar ações repetitivas. Com base nessa tecnologia, uma organização pode aumentar drasticamente o número de transações financeiras realizadas – pois elas são feitas sem a necessidade de intervenção humana.

A IA é um dos novos conceitos e tecnologias digitais que complementa os processos automatizados. Com base nos vários fluxos de dados criados por transações automatizadas, a Inteligência Artificial consegue descobrir padrões – coletando informações valiosas para otimizar processos e melhorar a saúde financeira.

4. Application programming interfaces (APIs)

Como é o caso em muitos outros setores da economia, os bancos comerciais estão focados em fornecer melhores experiências aos clientes e, ao fazer isso, conquistar novos negócios e reduzir as taxas de rotatividade. As demandas e expectativas dos clientes movem-se tão rapidamente quanto a tecnologia de ponta a que estão expostas. Portanto, há uma crescente pressão sobre o setor bancário para fornecer rapidamente novos serviços digitais fáceis de usar e sem atrito.

As interfaces de programação de aplicativos (APIs) fornecem a tecnologia para trocar dados de clientes com outras partes de maneira simples e segura, facilitando a rápida inovação em produtos e serviços. A criação de novos aplicativos – como banco de voz, P2P, processamento de empréstimos e gerenciamento de riscos – é vista como a melhor maneira de acompanhar os desafios de inovação que o setor financeiro enfrenta.

5. ePayables

Entre os novos conceitos e tecnologias digitais que afetam o setor financeiro, a facilidade no pagamento é um dos pontos que mais chamam a atenção das empresas. A ideia é que fazer um pagamento seja cada vez menos um processo trabalhoso – que engloba acessar aumentar faturas e pedidos de compra, emitir boletos e agendar transferências bancárias.

Em vez disso, o imediatismo de um cartão – real, virtual ou incorporado em um aplicativo – une todos os elementos acima. Oferece rastreabilidade inigualável e é fácil de adicionar ao software de gerenciamento financeiro.

Os ePayables são soluções de pagamento eletrônico que substituem pagamentos realizados em uma conta de cartão de crédito. Além de gerar mais facilidade, eles também contribuem para melhorar a rastreabilidade, a segurança e o nível de controle que pode ser colocado nos gastos do negócio.

6. Blockchain

O blockchain é um tipo de tecnologia que registra transações em formato digital que não podem ser alteradas. Esse sistema se tornou mais conhecido por alimentar o Bitcoin – que é uma criptomoeda que ganhou popularidade nos últimos anos ao redor do mundo.

A tecnologia de blockchain tem a capacidade de reduzir o tempo de processamento de pagamentos para transações financeiras e tem potencial para melhorar o processamento de transações em geral para organizações de serviços financeiros. Com a onda de migração para o mundo digital, é fundamental acompanhar o crescimento que o blockchain pode ter dentro do setor financeiro.

7. Integração das informações financeiras

Dentro das grandes empresas, a integração de processos e informações já é uma realidade. E os novos conceitos e tecnologias digitais do setor financeiro podem afetar diretamente esses controles internos.

Da mesma forma que as instituições financeiras estão evoluindo, as ferramentas de gestão empresarial também oferecem funcionalidades cada vez mais completas. Ao migrar as transações financeiras para o mundo digital, também torna-se possível ter um controle ainda maior sobre essas movimentações dentro das empresas.

Com uma solução fiscal e financeira é possível criar uma única visão financeira, ajudando as empresas a obter maior controle sobre os gastos – incluindo a definição de políticas de despesas, reconciliação bancária e aprovações de transações em tempo real.

Você já conhecia esses novos conceitos e tecnologias digitais que irão transformar o setor financeiro em 2020? Como a sua organização está se adaptando a essas mudanças? Deixe o seu comentário.



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS