O que é ESG e como implementar nas PMEs
BLOG
Gestão Empresarial

O que é ESG e como implementar nas PMEs

13 de julho de 2021

O que é ESG e como implementar nas PMEs

 

Implementar ESG nas PMEs é algo bastante desafiador, mas certamente recompensa e é uma forma de atingir mais público, alcançando novos mercados. Há diversos estudos que mostram o quanto a geração Z já se preocupa com essas questões e cobra um bom posicionamento das empresas.

Ou seja: em um futuro próximo, a consciência e a boa gestão serão determinantes para a subsistência de uma companhia.

Quanto mais os gestores estudarem o tema e, obviamente, colocarem em prática, mais chance de direcionar o foco para o que realmente interessa às futuras gerações, a tornando mais sustentável em todos os sentidos.

Entenda como deve acontecer a mudança de mentalidade e em como as companhias estão conseguindo criar cada vez mais relevância no mercado através desse assunto.

O que é ESG e por que é importante implementar nas PMEs

Primeiramente, vamos explicar o que de fato é ESG e como ele se aplica nas pequenas e médias empresas.

A sigla ESG significa em inglês “environmental, social and governance”, ou seja: ambiental, social e governança, respectivamente, em português. O conjunto aborda a capacidade de uma gestão bem sucedida dentro desses ambientes. 

Por exemplo, se ela realmente se preocupa com questões que preservam o ecossistema, cuida do impacto que gera, integra positivamente a comunidade e se faz a melhor gestão interna para seus colaboradores.

Desse modo, funciona mais ou menos como uma métrica qualitativa, que determina o volume de investimentos e esforços no sentido de garantir que o impacto social seja positivo e alinhado com um avanço suportável.

Uma vez que as PMEs representam o maior volume de corporações no Brasil (e também mundialmente!), o esforço coletivo em executar as melhores práticas para garantir um futuro justo para a sociedade e o meio ambiente são extremamente necessários. 

Sem isso, é provável que daqui a algumas centenas de anos – ou mesmo décadas – os nossos descendentes não consigam viver com os recursos que a natureza ou a economia irá dispor.

No entanto, nem sempre é fácil colocar em ação o ESG nas pequenas e médias empresas. Ele exige mudança de pensamento, planejamento e tomadas de decisão que nem sempre são fáceis para os empresários. 

Sabemos que a mão de obra e os insumos costumam ser um pouco mais limitados nesses modelos de negócio, então se readequar pode parecer muito complexo ou custoso.

Todavia, o ESG nas PMEs será mandatório no futuro, tanto para sua própria reputação, como para a aceitação das gerações que virão por aí. 

As pessoas cada dia mais esperam atitudes positivas por parte das companhias, as boicotando quando percebem falhas de conduta nessas questões.

Há, sim, formas relativamente simples de implementar melhorias e tornar a empresa mais politicamente correta – mesmo que gradativamente.

Quais os desafios e como efetivar ESG nas PMEs?

Certamente, o tempo e o dinheiro são as maiores dificuldades para os gestores das pequenas e médias empresas. 

A prática de ESG exige esforço, conhecimento e um plano de ação claro para que a nova estruturação, de fato, aconteça. 

Driblar os obstáculos pode parecer inviável. Por exemplo, materiais e insumos sustentáveis ainda não recebem o devido incentivo fiscal do governo, o que costuma encarecer os preços. Com isso, os executivos teriam de repassar os valores aos consumidores finais, o que nem sempre é possível.

Contudo, os ajustes podem (e devem!) ser feitos em prol da mudança e ao contrário do que se pensam, a conformidade não precisa ser feita da noite para o dia. São passos que podem ser realizados de forma gradual, até que o ESG nas PMEs se torne completamente reconhecido.

Aliás, no nosso artigo sobre as 21 formas de implementar a sustentabilidade empresarial, damos algumas dicas práticas em relação a cada um dos pilares, para que você possa se inspirar.

Seja como for, apoiar produtores locais e criar uma cadeia de parceiros confiáveis já é um ótimo começo e um excelente exemplo do que pode ser feito. Ao escolher insumos de outras pequenas empresas ou pessoas, todos se fortalecem e colaboram para o desenvolvimento efetivo da comunidade ao redor.

A redução de embalagens e o consumo mais consciente dos recursos também já faz bastante diferença. Você pode achar que não, cada pequeno gesto conta: ele será considerado por seus clientes, servirá de inspiração aos concorrentes e parceiros e ao mesmo tempo, adiciona mais um cuidado ao esforço coletivo.

Trace um plano que seja realizável e comece a movimentar as pessoas para a sua causa, divulgando depois de um tempo o quanto as mudanças foram positivas para todos. 

Além de fortalecer o Employer Brand, você verá quão gratificante é ter uma empresa mais colaborativa e consciente.

Como o ERP pode ajudar no ESG para as pequenas e médias empresas

O ERP, que nada mais é do que um sistema de gestão empresarial com foco em eficiência e produtividade, é um dos principais destaques na busca por excelência em sustentabilidade e desenvolvimento.

Afinal, ele centraliza todos os dados das diversas frentes de um negócio, possibilitando uma administração muito mais assertiva. 

Ao dispor do melhor ERP do mercado, você poderá onerar menos os funcionários – os colocando em funções mais estratégicas e dinâmicas, além de observar de forma clara todos os detalhes de compras, por exemplo. O controle e relacionamento com os fornecedores também é feito com mais qualidade e zelo.

Com isso, o aproveitamento de recursos é muito mais significativo e os investimentos podem ser direcionados para medidas sustentáveis. 

São diversas as vantagens em contratar esse tipo de solução e, ao contrário do que se imagina, o investimento é acessível e tem retorno em pouco tempo!

Logo, cabe contar com o apoio de uma empresa especializada, que ajudará a implementar o ESG de forma rápida, segura e que lhe orientará em como obter o máximo proveito da ferramenta e da sua capacidade de gestão.

A Cast group  tem mais de 30 anos de experiência nesse segmento e oferece um excelente ERP para sua companhia crescer de maneira justificada: o SAP Business One.

Por meio dele, não só as questões de sustentabilidade ficarão muito mais instintivas e simples, como também integrará e permitirá corrigir todas as “pontas soltas” de todas as frentes corporativas, a preço totalmente justo.

Conheça nosso trabalho e veja como podemos fortalecer completamente o seu negócio, rumo a um futuro muito mais próspero para todos!

 



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS