Por que a autonomia das equipes traz melhores resultados aos seus projetos e negócios?
BLOG
Recursos Humanos

Por que a autonomia das equipes traz melhores resultados aos seus projetos e negócios?

28 de julho de 2021

Por que a autonomia das equipes traz melhores resultados aos seus projetos e negócios?

 

A autonomia das equipes tem sido um dos principais temas entre os gestores dos mais variados segmentos. A partir de dados de estudos e também da própria experiência pessoal, os profissionais perceberam que criar um ambiente que oferece liberdade aos colaboradores traz resultados muito mais valiosos às companhias.

Ainda que seja desafiador para alguns perfis abrir mão do controle ou confiar tarefas relativamente complexas nas mãos do time, esse é um caminho que os chefes precisam trilhar o quanto antes para garantir sucesso em suas operações.

Principalmente porque os millenials demandam esse tipo de atitude, esperando reconhecimento em proporção muito mais elevada do que de aumento salarial ou promoções. Fator esse que só tende a crescer no meio corporativo com o ingresso definitivo da geração Z, que é ainda mais mente aberta.

Mas a desejada autonomia profissional não é tão difícil de aplicar quanto se imagina. Sobretudo quando a fase inicial é ultrapassada e os resultados começam a aparecer.

Confira alguns dos benefícios e também dicas de como implementar!

Quais são os benefícios de dar autonomia à equipe?

Antes de mais nada, o conceito de autonomia se apoia na ética, filosofia e política e fala sobre a vontade de um indivíduo de tomar decisões se baseando em informações que possui e usando como critérios a própria experiência e moral.

Immanuel Kant, um dos maiores filósofos de todos os tempos, definiu o termo como o ato de se autogovernar seguindo suas próprias leis, sem subjugações ou meios coercitivos.

Na prática empresarial, a tradução pode ser interpretada como dar a oportunidade dos funcionários de estar no comando das atividades e das tomadas de decisões do dia a dia. 

Isso não significa perder o controle total da operação, e sim demonstrar confiança na entrega da equipe, apostando no seu desenvolvimento.

Algumas consequências que provém desse tipo de atitude:

  1. Sentimento de pertencimento

O ser humano é um ser social e disso todos nós já sabemos. Quando o gestor delega funções importantes e dá espaço para que o subordinado possa se expressar e articular soluções com base em sua percepção e crítica, isso traz imediatamente uma sensação de que seu conhecimento agrega ao contexto o qual está inserido.

Com isso, os colaboradores passam a “vestir mais a camisa” da companhia, buscando retribuir a chance.

  1. Melhora da autoconfiança

Ao mesmo tempo, o crédito faz com que as pessoas se sintam importantes e capazes de realizar suas funções. Afinal, por que outro motivo seu chefe lhe confiaria decisões que podem afetar o todo?

A autoconfiança traz inúmeros benefícios não só para quem coopera, como também para a empresa, que passa a ter um colaborador interessado em mostrar que é capaz e provar seu valor, baseando-se em dados concretos.

  1. Senso de responsabilização

Por outro lado, a autonomia profissional também quer dizer que da mesma forma que a equipe tem liberdade para criar, ela também deve se responsabilizar pelos resultados da entrega. 

Nesse ponto, é importante que os gestores ajam com transparência e expliquem não só os objetivos da organização, mas também as expectativas e possíveis limitações que fogem do controle da área em questão.

A responsabilidade faz com que os profissionais se desenvolvam cada vez mais e busquem pela assertividade.

  1. Vontade de entregar mais

Conforme os projetos vão acontecendo e as pessoas enxergam seu próprio esforço e personalidade na repercussão, percebendo que contribuíram ativamente para o crescimento do negócio, o desejo de continuar o bom trabalho se torna recorrente.

Também as falhas são observadas com mais consideração e com intuito de melhoria, pois a correção influencia diretamente no autodesenvolvimento.

  1. Aumento da eficiência

Com o aumento da autopercepção e à medida que os feedbacks vão acontecendo, toda a equipe se torna mais produtiva. O amadurecimento de todos faz com que a conexão e as ideias fluam mais rapidamente, em prol dos ganhos.

A motivação se torna algo natural e que impulsiona a inovação e a criatividade.

  1. Redução de gastos

Por fim, com os colaboradores executando um trabalho mais eficaz e dispostos a serem cada vez melhores, o ganho se torna muito maior do que quando o trabalho é voltado meramente ao operacional, totalmente guiado pelos gestores.

Os gastos com horas ociosas ou improdutivas são reduzidos drasticamente, bem como a necessidade de ir atrás de outros talentos do mercado.

Como implementar a autonomia na minha empresa?

A virada de chave acontece, especialmente, na mudança de mentalidade, hábitos e vícios dos chefes. O principal problema aqui é confiar nas pessoas, entendendo que elas também podem fazer um bom trabalho à sua própria maneira.

Veja algumas outras dicas práticas para que você possa desfrutar de todos os proveitos que a autonomia das equipes tem:

  1. Entenda que todos precisam se desenvolver;
  2. Deixe de lado a centralização e a necessidade de participar de todos os mínimos detalhes dos processos;
  3. Abra a mente para novas opiniões e possibilidades;
  4. Capacite os colaboradores (técnica e psicologicamente);
  5. Identifique habilidades e dificuldades que cada pessoa tem;
  6. Envolva o time na cultura organizacional;
  7. Tenha clareza nas demandas e objetivos;

Dessa forma, você poderá melhorar e muito o Employee Experience, e ter reconhecimento por implementar o trabalho colaborativo, criativo e inovador na sua área.

Todos ganham – até porque a gestão avalia mais o crescimento e evolução da equipe como um todo do que do próprio gestor. 

Essa é a métrica que mostrará uma boa execução do trabalho e ajudará a mostrar os ganhos estratégicos que você traz à companhia, e não o tempo que você perde em fiscalizar e tentar motivar os funcionários.

Criar um ambiente de inovação certamente é a chave para longevidade e sustentabilidade corporativa!

E por falar nisso, como está a gestão empresarial de onde você trabalha? 

Para criar um ambiente muito mais organizado, onde as informações são acessíveis e centralizadas, a Cast group traz as melhores opções de ERP (para empresas de todos os portes). 

Assim, você pode conectar toda a operação e permitir que a autonomia de cada uma contribua de maneira unificada, extraindo relatórios precisos de eficiência.

Conheça o nosso trabalho e entenda os motivos que fazem com que sejamos a melhor opção em tecnologia e inovação.

 



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS