Produção inteligente: como aplicar a nova tendência nas fábricas?
BLOG

Produção inteligente: como aplicar a nova tendência nas fábricas?

22 de julho de 2022

Com a produção inteligente, é possível colocar na prática o conceito de que a tecnologia veio para facilitar o nosso dia a dia. As evoluções constantes possibilitaram a criação de uma realidade em que tudo pode ser conectado através de um único sistema.

Se no nosso cotidiano já nos beneficiamos da conectividade, nas fábricas não seria diferente. Dentre diversas atualizações e desenvolvimento de sistemas que são diariamente apresentados, cabe às organizações se adaptarem ao uso destes benefícios para o ganho de produção.

A produção inteligente vem sendo uma tendência nas companhias, e ganhando mais notoriedade no período pós surgimento da Indústria 4.0, que fortaleceu no mercado a utilização da Inteligência Artificial (IA) e Internet das Coisas (IoT) nas cadeias produtivas, entre outras tecnologias.

Com a utilização desses recursos, passou-se a ter mais ganhos e aberturas para a instauração de um sistema produtivo e eficiente, viabilizando uma melhor comunicação e desenvoltura da performance da equipe quanto ao desempenho da organização.

Ao longo desse texto, iremos abordar de que forma a produção inteligente deve ser aplicada às fábricas como mais um recurso para o crescimento da companhia. Mas, antes disso, confira os tópicos que serão abordados:

  • O que significa o conceito de produção inteligente?
  • Qual o papel das pessoas para a adesão da produção inteligente?
  • Como a tecnologia está relacionada com a produção inteligente?
  • Como a produção inteligente contribui com a sustentabilidade?
  • Por que a produção inteligente é uma boa opção para as fábricas?

O que significa o conceito de produção inteligente?

O conceito de produção inteligente faz relação a colocar em prática a digitalização dos modelos de fabricação, desde a produção até a administração empresarial. Neste aspecto, entram todas as funções que envolvem o desenvolvimento do produto até a distribuição e comercialização.

Para isso, a produção inteligente parte do princípio de conectar todas as áreas através de sistemas e recursos tecnológicos que façam uso de softwares de inteligência, como a IA e IoT. De maneira eficiente, a união dessas ferramentas impacta diretamente no ganho de produtividade

Contudo, outro ponto que o conceito contribui para a organização está em trazer melhorias aos processos e fluxos de trabalho, através do controle de dados e registro de informações que, quando alinhados, auxilia os gestores a traçarem estratégias e se manterem frente à concorrência, aderindo a novas práticas de negócios.

Qual o papel da equipe para a adesão da produção inteligente?

Não há como deixar de lado a importância da equipe para a execução da produção inteligente na empresa. São eles o ponto central, que possibilita a execução dos conceitos tecnológicos na linha de produção.

Entretanto, para que o time possa usufruir dos benefícios deste processo, é necessário investir em treinamentos envolvendo todos os departamentos, tanto administrativos quanto operacionais, para que, juntos, possam aprender a utilizar as ferramentas, se adequando ao sistema.

Ao fazer uso de uma produção inteligente, é eliminado dos colaboradores a função de realizarem tarefas repetitivas e manuais, dando assim maior ênfase e protagonismo para que possam explorar seus potenciais, agregando ainda mais benefícios para empresa.

Contudo, mesmo a tecnologia sendo um divisor nos métodos de trabalho, sozinha nunca será capaz de atingir resultados relevantes. Isso enfatiza ainda mais a importância de um time preparado e equipado para gerir tais ferramentas, bem como contribuir para o atendimento de demandas e manuseios das operações.

Como a tecnologia está relacionada com a produção inteligente?

Antes de tudo é necessário reforçar que, mais do que ter acesso a dispositivos e ferramentas, é importante saber como aproveitá-los. Embora a tecnologia esteja como foco central da produção inteligente, o seu diferencial está na sua aplicação.

Diante disso, através de ferramentas tecnológicas, é possível fazer uso de sistemas inteligentes, que vão desde componentes até controladores lógicos programáveis (CLP) e que, utilizados de forma conjunta, armazenam informações e registros para sistemas de Tecnologia da Informação (TI) e Tecnologia Operacional (TO).

Nesse cenário, a tecnologia contribui de forma significativa para aquisição de funcionalidades e benefícios estratégicos para a empresa como auxílio na tomada de decisões, bem como controle e gerência de informações.

Existem diversas formas de dar início à produção inteligente, por meio de sistemas e ferramentas. Contudo, conhecer os principais exemplos ajuda a compreender de que forma podem ser aplicadas no cotidiano. Veja alguns:

Automação

Esse conceito vem ganhando notoriedade por trazer o uso da inovação e adequação de sistemas que visam eliminar questões burocráticas e tarefas manuais, que impactam no ganho de produtividade.

A automação também pode se dar por meio do uso da robótica, que utiliza níveis variáveis de IA em robôs e máquinas automatizadas para ampliar a tomada de decisão autônoma, devido à sua alta capacidade de armazenamento de dados e registros.

Análise de Big Data

Essa tecnologia possui grande influência na produção inteligente, sendo uma peça fundamental no fornecimento de informações para tomadas de decisões em logística, avaliação de risco, custo, estratégias, controle e melhoria da qualidade, montagem sob encomenda e outros padrões de vendas, além de serviços de pós‑venda.

Através destes dados, é possível ter uma melhor orientação dos resultados e perspectivas de balanços no desempenho da empresa.

Computação em nuvem

A modalidade da computação em nuvem tem a capacidade de armazenar a analisar, por meio de algoritmos, todos e quaisquer dados obtidos através dos sensores de IoT. Desta forma, a computação em nuvem pode contribuir, relacionando informações da empresa, bem como suas filiais, e mostrar, em tempo real, os pontos que precisam ser melhorados.

Os três exemplos descritos acima, são apenas uma parte de diversas opções ofertadas no mercado. Contudo, o ponto chave dessas tecnologias é que elas não agem de forma isolada uma da outra.

Neste caso, a maioria das soluções possuem um sistema com ampla capacidade de armazenar todas as funcionalidades, trazendo assim ganhos e desenvoltura de forma acessível e prática.

Como a produção inteligente contribui com a sustentabilidade?

Se falamos ao longo do texto dos benefícios de produtividade e gestão que a produção inteligente promove, não há como não enfatizar sua implantação como um importante agente para adesão de práticas sustentáveis nas organizações.

A utilização de softwares e ferramentas operacionais com alta tecnologia, expande a realização de testes e adesão de recursos sustentáveis para a companhia, tanto em materiais como na redução de impactos negativos para o planeta.

Com a possibilidade de atribuir benefícios sustentáveis à linha de produção, reduz-se a utilização de maquinários poluentes, além do ganho de agilidade nas operações, reduzindo gastos com energias não renováveis e ajudando na reutilização de matéria-prima, entre outros tipos de materiais.

Por que a produção inteligente é uma boa opção para as fábricas?

Considerando a constante busca das empresas pelo ganho de eficiência e agilidade, a produção inteligente é a melhor ferramenta para aplicar, de forma conjunta, as tendências e inovações no meio industrial.

Um dos fatores que a torna uma boa opção é o ganho de agilidade nos processos, sendo esse o maior desafio a ser superado. A partir do uso e implantação de um sistema que melhore os fluxos de comunicação e registro de dados, cria-se uma significativa redução no tempo gasto.

Ou seja, tarefas e funções que necessitavam da participação de vários membros da equipe, passam a ser executadas por um sistema, dando margem para esses colaboradores investirem em outras áreas.

Essa robustez que o sistema de produção inteligente promove, abre campo para a empresa expandir o seu horizonte acerca de novos modelos de negócios, e colocá-la à frente na utilização de novas tendências.

Os ganhos obtidos se refletem em melhorias na produtividade e aquisição de inovação para toda a cadeia produtiva. Dessa forma, cria-se, ao mesmo tempo, uma linha de produção com redução de falhas e um ambiente de trabalho mais empolgante e assertivo para a tomada de decisões.

Contudo, ao falar constantemente dos benefícios da produção inteligente, é importante mostrar, na prática, o sucesso da implementação desses recursos. E, isso se dá através da escolha assertiva do fornecedor destes sistemas.

Se ficou interessado, a Cast Group pode te ajudar! Conheça a Fábrica de Softwares da Cast group.

Com 30 anos de mercado, a Cast group é uma empresa brasileira voltada para o desenvolvimento de tecnologia e automação, atuando com consultorias e soluções de TI a TA e outsourcing de desenvolvimento, aplicações e infraestrutura, sendo uma das principais parceiras da empresa alemã SAP – uma referência mundial do tema.

Visite o site da Cast e saiba mais sobre os nossos serviços.

 

Conclusão

De forma ampla, o conceito de produção inteligente corrobora, na prática, os benefícios de aderir um sistema de conectividade para a organização. Entretanto, é necessário reforçar que o ganho de tecnologia não exclui a importância das pessoas nessa etapa, mas sim dá ainda mais protagonismo.

Aderir a métodos inovadores, possibilita um melhor controle de atividades, ganho de agilidade e eficiência. Não há mais como separar a importância da tecnologia no meio corporativo. Por isso, compreender suas funções é um grande diferencial na hora de implantá-las.

Se você gostou deste texto, compartilhe nas redes sociais e não deixe de conferir os outros artigos em nosso blog.



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS