Saúde e Segurança no Trabalho: Para a empresa e colaboradores
BLOG
Gestão Empresarial

Saúde e Segurança no Trabalho: Entenda a importância para os colaboradores e para a empresa

17 de março de 2022

Apesar de ser uma preocupação geral na maior parte das empresas, o tema “saúde e segurança no trabalho” no Brasil ainda é considerado um grande desafio para gestores e seus respectivos setores de RH

Para se ter uma ideia, de acordo com uma pesquisa recente, nosso país é o segundo maior em casos de mortes em decorrência de acidentes no trabalho em todo o G20. Na prática, isso representa quase 22 mil mortes de trabalhadores entre 2012 e 2020. 

E para abordar este assunto com mais atenção, reforçando certos cuidados e condutas, além de trazer dicas essenciais para melhorar as estatísticas em sua empresa, nós preparamos este post exclusivo sobre os principais pontos relevantes inerentes à saúde e segurança no trabalho. 

Vamos conferir? Boa leitura! 

Afinal, por que é tão importante falar sobre saúde e segurança no trabalho no Brasil? 

Além dos dados já destacados acima, a mesma pesquisa apontou que, deste número de acidentes ocorridos entre 2012 e 2020, 18% foram ocasionados pelo mau uso de equipamentos, máquinas e ferramentas durante o trabalho. 

E é muito importante ressaltar que, quase sempre, isso se dá por descuido ou falta de conscientização do próprio trabalhador. 

Ou seja, em geral, as empresas cumprem devidamente as normas de saúde e segurança no trabalho, fornecem equipamentos de proteção, oferecem treinamentos sobre o uso dos maquinários e, mesmo assim, os acidentes acontecem. 

Então, o que mais pode ser feito? Ainda que não exista uma fórmula exata para evitar acidentes, especialistas em saúde e segurança no trabalho costumam reforçar a ideia de que estas boas práticas destacadas acima precisam ser frequentes e contínuas, e não periódicas, como acontece em muitas organizações. 

Em outras palavras, implementar NRs, oferecer treinamentos e outras precauções precisa ser encarado como uma estratégia linear e repetitiva dentro da empresa. 

Quais são as principais NRs de saúde e segurança no trabalho no Brasil? 

As NRs, ou Normas Regulamentadoras, são essenciais às boas práticas e obrigações, que toda empresa deve proporcionar e conscientizar seus colaboradores em relação à saúde e à segurança no trabalho. 

Por serem validadas pela legislação nacional, o seu cumprimento é obrigatório dentro das organizações e, por outro lado, a inadequação ou não cumprimento está passível de multas e penalidades. 

Assim sendo, é imprescindível que todas as organizações que envolvam ambientes ou atividades de qualquer risco, estejam em conformidade com as regras e obrigações estabelecidas nas NRs de saúde e segurança no trabalho. 

Na prática, as Normas Regulamentadoras compreendem uma série de disposições, recomendações e obrigações referentes a procedimentos, que visam a preservação da saúde, da integridade física e do bem-estar dos trabalhadores, assim como de toda a organização durante as atividades. E para conhecer melhor quais são as principais NRs de saúde e segurança no trabalho, nós preparamos a lista a seguir. Confira! 

NR 2 – Inspeção Prévia 

A Norma Regulamentadora NR-2 é uma das principais em vigor no Brasil. Na prática, ela exige que os estabelecimentos profissionais realizem uma vistoria e avaliação do órgão regional do Ministério do Trabalho e Previdência antes mesmo do início das atividades. 

Após tal inspeção e com a devida aprovação do órgão fiscalizador, é emitido o CAI (Certificado de Aprovação de Instalações), o que atesta que o estabelecimento está apto e seguro para começar suas operações. 

Vale lembrar também que fica obrigatório que ocorram novas inspeções toda vez que o estabelecimento realizar modificações em suas estruturas, espaços e maquinários. 

NR 4 – Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) 

Esta NR cuida mais especificamente da implementação do SESMT (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho). Trata-se de um órgão responsável pela fiscalização e prevenção de acidentes ocorridos por riscos ocupacionais. 

Entretanto, a adoção desta NR não é obrigatória para todo tipo de empresa, tais como pequenos negócios com quantidades menores de empregados e com graus de risco entre 1 e 3. 

NR 5 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) 

A CIPA é uma comissão criada pelos próprios funcionários da empresa, no intuito de prevenir acidentes e melhorar as condições de trabalho dentro das organizações. 

Dessa forma, as próprias inspeções e sugestões de melhorias podem ser realizadas pelos próprios integrantes da comissão. 

NR 6 – Equipamentos de Proteção Individual (EPI) 

A NR 6 é uma das mais essenciais para empresas e indústrias que englobam atividades e ambientes com riscos à saúde e segurança no trabalho, tendo em vista que a mesma trata exclusivamente dos equipamentos de proteção individual (EPI) que são essenciais e obrigatórios para tais operações. 

Em outras palavras, esta norma estabelece qual tipo de equipamento é obrigatório, além de orientar fatores essenciais, tais como qualidade, forma de uso, manutenção, tempo de troca, armazenamento, higienização etc. 

E como a tecnologia pode otimizar e ajudar a cumprir essas NRs? 

Como bem destacado, o tema “saúde e segurança no trabalho” precisa ser encarado como uma estratégia contínua e frequente dentro do ambiente profissional. No entanto, na prática, sabemos que isso demanda tempo, dedicação e muito planejamento

Logo, otimizar processos e automatizar certas tarefas são as únicas formas de conseguir tornar isso uma realidade. 

Assim, um bom e completo ERP pode ser a ferramenta ideal para ajudar a sua empresa a cumprir todas as diretrizes das normas regulamentadoras e, consequentemente, melhorar as estatísticas de seu estabelecimento, evitando mais acidentes e ocorrências indesejáveis para os seus colaboradores. 

Para se ter uma ideia mais ampla sobre como um ERP pode contribuir para a saúde e segurança no trabalho, vale destacar algumas possibilidades que o software proporciona na prática. Confira a seguir! 

Para que todas essas condições sejam implantadas de forma eficiente e de maneira integrada aos processos produtivos e operacionais, é necessário utilizar ferramentas de gerenciamento, como um ERP. Esse sistema:  

  • permite disponibilizar lembretes e avisos frequentes aos funcionários a respeito das NRs necessárias para as suas atividades; 
  • notifica sobre o uso correto dos equipamentos de segurança (EPIs); 
  • proporciona maior controle dos processos e contribui para a assertividade das decisões da gestão sobre saúde e segurança no trabalho. 

Em resumo, esses são alguns pontos essenciais sobre o tema “saúde e segurança no trabalho”, sua importância prática dentro das empresas e, claro, como a tecnologia pode ajudar a melhorar essas estatísticas e evitar possíveis acidentes e ocorrências em seus ambientes. 

Gostou? Quer saber mais sobre como um ERP pode agregar vantagens ao seu negócio? Então, não deixe de conversar com um de nossos especialistas e conheças as soluções da Cast group.



 
Compartilhar

Você também pode gostar:





VER TODOS OS POSTS